Taxistas paralisam atividades

0

Trabalhadores de uma empresa de rádio-táxi decidiram paralisar as atividades no final da tarde desta segunda-feira, 10.  Para os taxistas, a direção da empresa está desrespeitando algumas regras e acordos que foram construídos coletivamente e colocando algumas imposições, a exemplo do transporte de cadeiras de rodas e de animais nos veículos.

Segundo o taxista Carlos Eduardo Santos, as imposições já estão passando dos limites. “A gente não quer bagunça nem confusão, mas resolveu parar para mostrar que os direitos precisam ser respeitados. Nós estamos sendo prejudicados. Somos obrigados a transportar cães de grande e pequeno portes, gatos, mercadorias de dois ou três carrinhos de supermercados e cadeiras de rodas.  E a empresa não quer saber se os veículos comportam”, explica o taxista destacando que a situação acaba gerando transtornos entre motoristas e passageiros.

Os trabalhadores reclamam ainda que a multa por atraso do valor pago pelos trabalhadores quinzenalmente é de R$ 9 se passar um ou dois dias.  “Essa multa está em desacordo com as taxas de juros vigentes no país. E se a comanda der R$ 10, a gente recebe R$ 9, além do desconto dos taxímetros”, enfatiza o motorista Jonatha Poderoso.

A diretoria da empresa afirmou que não via o movimento como paralisação e que existe um livre arbítrio.  Informou ainda que não existe qualquer imposição aos taxistas e que o pessoal estava na porta da empresa apenas para pagar a quinzena.


 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais