TCU condena ex-gestores do Sesi em Sergipe

0

O Tribunal de Contas da União (TCU) condenou os ex-gestores do Serviço Social da Indústria em Sergipe (Sesi/SE), Eduardo Prado de Oliveira, Acrízio José Campos Souza e Antônio José Ferreira de Moura, solidariamente com o ex-funcionário Menilson Menezes, ao pagamento de R$ 30.656,67, valor atualizado, por irregularidades nas contas da entidade. 

Segundo o relatório, foram feitos pagamentos indevidos referentes ao aviso prévio indenizado e à multa do FGTS, e também a verbas indenizatórias a três empregados que já haviam requerido aposentadoria junto à Previdência Social anteriormente à data do afastamento.

O tribunal condenou, ainda, ao pagamento de R$ 16.621,70, valor atualizado, os ex-gestores solidariamente com a ex-funcionária da entidade, Maria Izabel de Souza, por irregularidades nos pagamentos a empregados. 

A cobrança judicial foi autorizada. Cabe recurso da decisão.

Com informações do TCU

Comentários