Técnico de iluminação foi morto a pauladas

0
Operários fazem a escavação no local indicado (Fotos: Cássia Santana/Portal Infonet)

A polícia ainda não encontrou o corpo, mas não tem dúvidas. De acordo com as investigações do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), o técnico de iluminação Crizzan dos Santos, 21, que também trabalhava como ajudante de pedreiro, foi morto a paulada e teve corpo enterrado no canteiro de obras de um posto de saúde, na rua Welldel Quaranta, no bairro Suissa, em Aracaju, onde estava trabalhando como ajudante de pedreiro.

Dois acusados já estão presos: Nailton Vitório Santos, que sofreu um acidente de trânsito usando a bicicleta da vítima, e Carlos Juan Andrade Vieira. A delegada Juliana Alcoforado, do DHPP, informou que ambos suspeitos estavam trabalhando na mesma construção, sendo Nailton ajudante de pedreiro e Juan Andrade atuava como vigilante da obra.

Nailton Vitório está hospitalizado e deve receber alta médica ainda nesta quinta-feira, 12, mas já está custodiado mediante mandado de prisão expedido pelo juízo da 8ª Vara Criminal. O vigilante Juan Andrade foi encaminhado para o DHPP para prestar depoimento e deverá ser autuado em flagrante por ocultação de cadáver.

Escavações contam com apoio da Força Nacional

A polícia também já localizou o telefone celular da vítima, que foi vendido pelos acusados a um comerciante na capital sergipana.

Acidente

O técnico de iluminação Crizzan dos Santos desapareceu no dia 26 de fevereiro deste ano. Ele trabalhou durante o dia e, depois do expediente, não retornou para a residência. A família iniciou buscas e a polícia tratou o caso como desaparecimento até a semana passada, quando o Departamento de Inteligência da Polícia Civil (Dipol) identificou suspeitas do envolvimento de Nailton Vitório no desaparecimento da vítima.

No dia 27 de fevereiro, um dia depois de Crizzan desaparecer, Nailton foi envolvido em um acidente de trânsito. Neste acidente, Nailton usava a bicicleta da vítima e revelou à polícia que teria tomado o veículo emprestado. Versão que não teve sustentação durante a investigação. Na quinta-feira da semana passada, dia 5, a suspeita da polícia se confirmou e o suspeito que estava internado já teve prisão decretada pelo juízo da 8ª Vara Criminal.

Cães farejadores orientam polícia civil para identificar local onde corpo está enterrado

Ao ser ouvido, ainda no hospital, Nailton acabou confessando o crime e indicou a participação do vigilante Juan Andrade. “Eles não revelam o motivo, mas disseram que deram pauladas na vítima e teriam enterrado o corpo num local próximo a uns canos preto perto ao muro”, informou a delegada Juliana Alcoforado.

Nesta quinta-feira, 12, a polícia civil iniciou as escavações no local indicado, contando com apoio da Força Nacional, do Corpo de Bombeiros e de cães farejadores da Polícia Militar de Sergipe. Segundo Alcoforado, os cães identificaram vestígios no local indicado pelos acusados e as equipes continuam no local.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais