Técnicos da Adema localizam criadouro irregular de animais

0
Ao chegarem ao local, os técnicos perceberam que se tratava do mesmo caso autuado no ano passado (Foto: Adema)

Denúncia de moradores levou uma equipe da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) a localizar um criadouro ilegal de animais no conjunto Marcos Freire III, em Nossa Senhora do Socorro, Grande Aracaju. A operação foi realizada na tarde da última quinta-feira, 16, após informações de mau cheiro e barulho, provocados por porcos na região.

Ao chegarem ao local, os técnicos perceberam que se tratava do mesmo caso autuado no ano passado. “Estivemos neste endereço em 2018 e, na oportunidade, flagramos o abate ilegal de suínos, bovinos e caprinos. Porém, desta vez, encontramos apenas carcaças e indícios de que estaria havendo a prática de abate na residência, mas nenhum instrumento que comprovasse que os animais estavam sendo abatidos, como em nossa outra ocorrência”, explica Daniel Allievi.

Contudo, Allievi revela que algo chamou a atenção da equipe. Causando, segundo ele, certo espanto aos técnicos. “Haviam muitas cabeças de suínos espalhadas e, nos locais destinados à alimentação, percebemos que tinham restos mortais da própria espécie. Ou seja, além de criar irregularmente, ele estava alimentando os porcos com restos mortais de porcos também”, surpreendeu-se.

Além disso, o veterinário contou que, apesar do proprietário ter informado que os animais eram criados apenas para consumo familiar, a quantidade no local induz que a prática de abate ilegal continue acontecendo. “Localizamos cerca de vinte porcos, cinco bois e vários caprinos. Um número considerável de animais. No entanto, como não tinha nenhum instrumento típico de abate, o autuamos somente pela atividade irregular de criação”, acrescentou.

O proprietário, portanto, foi notificado e orientado a buscar alternativas legais para manter a criação. “Explicamos a ele que é preciso buscar regulamentação junto à Adema e se adequar conforme as normativas legais. Todavia, continuaremos investigando o caso”, finalizou.

Fonte: ASN

Comentários