Terreno baldio é incendiado na Zona Norte de Aracaju

0
Fogo em terreno foi debelado na madrugada (Fotos: Cássia Santana/Portal Infonet)

Um incêndio em um terreno baldio deixou preocupados os moradores da rua Cerôa da Mota, no bairro Cidade Nova, zona norte da capital sergipana. De acordo com a comunidade, o fogo começou na noite do domingo, 5, e foi debelado pelo Corpo de Bombeiros, mas na manhã desta segunda-feira, 6, o fogo foi reativado devido ao aquecimento do terreno e a população voltou a acionar a equipe do Bombeiros.

O local, segundo os moradores, é frequentado diariamente por usuários de drogas. Moradores informaram que, na noite do domingo, 5, o local foi disputado por dois grupos distintos. Uma turma, que já estava usando drogas no local, teria proibido o outro grupo de entrar. “Cerca de três horas depois, o terreno começou a pegar fogo”, relata o funcionário público Albino Caetano, que reside nas proximidades.

Os moradores temem a reação dos usuários de drogas e muitos preferem não ser identificados. “Eu já acordei hoje cedo com o fumaceiro. Mas, de noite, ouvi muito barulho, muita gente se movimentando na rua”, conta uma moradora. “Ali, é direto, de dia e de noite, eles vivem lá usando drogas, é um inferno”, comentou uma outra senhora, que também prefere não ser identificada.

Parte interna do terreno serve para abrigar usuários de drogas

Os moradores informaram que o Corpo de Bombeiros voltou a ser acionado na manhã desta segunda-feira, 6, mas até o momento em que a reportagem do Portal Infonet concluiu a matéria, a equipe os bombeiros não haviam chegado ao local.

O capitão Carlos Alves, responsável pela comunicação social da corporação, informou que o fogo foi debelado durante a madrugada e que a situação está controlada. Para controlar o incêndio, o Corpo de Bombeiros utilizou 2,5 mil litros de água com um autobomba tanque (ADT 13).

O oficial garante que há apenas fumaça no terreno e que se dissipará durante o dia, sem trazer riscos para a comunidade. Apenas o incômodo para todos aqueles que residem nas proximidades do terreno baldio. “Os moradores pensam que o fogo retornou por causa da fumaça, mas a situação é controlada. Não há mais fogo no local”, garante.

Fumaceiro incomoda moradores

Além de responsabilizar o proprietário do terreno baldio, que é obrigado a mantê-lo limpo e sem acesso, o capitão Carlos Alves também considera como co-responsável a própria comunidade, que, segundo enfatizou, costuma jogar lixo no terreno baldio e até mesmo atear fogo nos dejetos. “A responsabilidade é de todos porque terreno baldio não é local de jogar lixo”, adverte o capitão.

O acesso ao imóvel que foi tomado pelo fogo só é possível pulando o muro. O portal central está trancado com um grande cadeado. O Portal Infonet tentou ouvir o proprietário do imóvel, mas não conseguiu êxito. O Portal permanece à disposição.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais