“Tia do Crack” é presa pela Polícia Civil

0

“Tia do Crack” vendia a droga na sua própria casa, no Conjunto João Alves
Foi presa pela Delegacia Especializada de Combate a Tóxicos e Entorpecentes (DECTE), por volta do meio-dia da última quarta-feira, 29, a ‘Tia do Crack’. Foi assim que Alvânia Jardelina Sá Amaral, de 45 anos, ficou conhecida na região da Invasão dos Canos, no Conjunto João Alves, em Nossa Senhora do Socorro, após a venda da droga para usuários da área.

A ‘Tia do Crack’ traficava a droga em sua casa, com a ajuda do companheiro, o ex-presidiário Ricardo dos Santos Silva, 29. Com os dois, a polícia apreendeu 20 pequenas pedras de crack e uma pedra maior, que iria ser jogada no mangue pelo traficante. Além disso, os policiais da Decte encontraram uma

Faixa disfarçava o tráfico de drogas do local
balança, celulares e R$ 280 em dinheiro trocado, que comprova o tráfico no local.

Tia dizia que vendia picolé e perfumes

Segundo o delegado João Batista, encarregado do caso, o local já era ponto de tráfico há bastante tempo. “O filho de Alvânia está preso por tráfico. Provavelmente, o comando da área passou para a mãe do traficante, como acontece na maioria dos casos”, afirma o delegado.

Mesmo em uma região pobre, a casa da traficante se destacava. “Feita de alvenaria, tinha televisão de

Materiais apreendidos são apresentados pela Polícia Civil
tela plana e vários eletrodomésticos. Para justificar o movimento do local, a ‘Tia do Crack’ colocou uma faixa que dizia ‘Vende-se picolé e produtos cosméticos”, diz João Batista.

Invasão dos Canos dificulta trabalho

A região da Invasão dos Canos, no João Alves, vem sendo bastante focada pelos policiais da Decte. Entretanto, a dificuldade de acesso ao local prejudica o trabalho dos policiais civis. “A região é de mangue e todas as casas têm saída para o rio, o que facilita a fuga dos traficantes”, declara o policial.

Os acusados de tráfico encontram-se presos na delegacia. Eles serão encaminhados às respectivas penitenciárias e aguardarão a decisão judicial.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais