Toldos de camarotes desabam sobre veículos

0

Toldos desabaram com a ventania (Fotos: Portal Infonet)
Uma forte ventania. Essa foi a primeira causa detectada por representantes das Defesas Civil Estadual e Municipal, do Corpo de Bombeiros e do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea), para o desabamento dos toldos de dez camarotes no Corredor da Folia na manhã desta sexta-feira, 21.

Um rapaz que fazia a limpeza de um dos camarotes teve ferimentos leves no ombro. O susto de quem passava pela av. Beira Mar em frente ao Parque da Sementeira foi grande, principalmente dos condutores e passageiros dos veículos atingidos, um deles, do Sr. Augusto Nogueira [sogro do criador do Pré-Caju, Fabiano Oliveira]. A festa está mantida até o domingo, 23.

“O susto foi grande. Eu estava passando com os dois ajudantes para fazer a primeira entrega de produtos, quando ouvimos o barulho. A sorte foi que veio plainando e que eu também estava devagar. Se fosse uma mulher grávida, tinha morrido do choque”, conta o motorista do caminhão de uma empresa de materiais de limpeza, José Cláudio de Moura, acrescentando que susto maior quem passou foi o sogro de Fabiano.
Dois veículos foram atingidos

O coordenador da Defesa Civil Estadual, major Erivaldo Mendes, explicou que o acidente foi causado por ventos fortes. “As primeiras informações que obtivemos foram de que uma ventania forte atingiu toda a área dos camarotes. Já isolamos a área, estamos fotografando e vamos entrar em contato com o Centro de Meteorologia para saber se a previsão é de continuidade dos ventos.

Caso a resposta seja positiva, nós poderemos interditar o local para evitar que pessoas sejam atingidas, com possíveis desabamentos”, relata major Mendes, destacando que a estrutura danificada será desmontada para a liberação da via.

Motorista do caminhão: “Susto grande”
Deus presente

Tão logo chegou ao local, o diretor da Associação Sergipana de Blocos e Trios (ASBT), o empresário Fabiano Oliveira, se aproximou do presidente do Crea, Jorge Silveira para se inteirar do que realmente aconteceu. Em seguida conversou com representantes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil.

“A gente só tem que agradecer a Deus que não ocorreu na passagem dos blocos. Foi uma fatalidade. Ainda bem que não aconteceu uma catástrofe a exemplo do que vem sendo registrado no Rio de Janeiro. A ASBT cumpriu todos os trâmites. O problema existe e vamos resolver. Todos os camarotes serão indenizados. Meu sogro e

Fabiano Oliveira: “Tenho que agradecer a Deus”

 

 

meu sobrinho estão bem e já estão na minha casa. Tá todo mundo com vida e a festa vai continuar com muita alegria e paz”, enfatiza Fabiano Oliveira.

Por Aldaci de Souza

* A matéria foi alterada às 13:05 para acréscimo de informações.

 

 


 

Comentários