Trabalhador está desaparecido há quatro dias

0

Familiares pedem ajuda (Fotos: Divulgação/Família)

Há quatro dias os familiares de Marcos Vinicius Santos, de 33 anos, estão sem notícias do trabalhador. Marcos é morador do conjunto Marcos Freire II em Nossa Senhora do Socorro, região da Grande Aracaju.

De acordo com a esposa, Aline Sobral, o homem saiu de casa para trabalhar na última terça-feira, 19. “Ele trabalhou o dia todo normalmente, nos falamos durante o dia, e quando foi no final do expediente o motorista da empresa onde ele trabalha deixou ele na avenida Osvaldo Aranha, isso era por volta das oito horas da noite”, conta a esposa.

Aline diz que por volta das 22h entrou em contato com o esposo e ele explicou que estava no conjunto João Alves com alguns amigos. “Quando liguei, ele me disse que estava com alguns amigos no João Alves. Perguntei se ele estava bebendo e em seguida desliguei a ligação. Estava tudo bem. Quando foi meia hora após essa primeira ligação, voltei a ligar e ele me disse que estava indo para o ponto de ônibus”, relembra.

Qualquer pista que leve ao paradeiro de Marcos pode entrar em contato com a polícia por meio do 181

A esposa detalha que por volta das 23h estranhou que o marido não tivesse chegado a casa e ligou novamente. “Eu achei estranho por que não é distante de um conjunto para o outro [os conjuntos João Alves e Marcos Freire ficam na mesma região], mas quando liguei o telefone dele já estava desligado. Fiquei preocupada, mas imaginei que ele tinha bebido e teria ido dormir na casa da mãe [que também mora no Marcos Freire II]”, conta a esposa acrescentando que o marido não sai de casa sem perder a comunicação com a família.

“O meu marido não costuma fazer esse tipo de coisa. Ele não tem envolvimento com nada. Nunca foi preso. É um homem trabalhador. O Marcos é pai de um menino de 11 anos e uma menina de seis anos e agora estou grávida de sete meses. Estamos casados há 14 anos”, fala.

Aline Sobral diz que familiares de Marcos, que trabalha em uma distribuidora de alimentos, localizada na avenida Maranhão, na capital sergipana; prestaram Boletim de Ocorrência na 5ª Delegacia Metropolitana e que o caso foi também encaminhado a Delegacia Plantonista e a Delegacia de Polícia Interestadual (Polinter).

Parentes pedem ajuda da população para quem souber de qualquer pista entrar em contato por meio do 079 88139509 ou mesmo pelo disque-denúncia 181.

Flagrantes e imagens podem ser encaminhadas ao Portal Infonet por meio do jornalismo@infonet.com.br ou (079) 21068000.

Por Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais