Traficante preso usava crianças como mulas

0

Everton Santos investiga os comparssas de “Nego Sérgio” (Foto:Arquivo Portal Infonet)
Após a prisão de um dos maiores traficantes e homicidas procurados em Sergipe, a polícia agora investiga os comparssas de Carlos Sérgio de Oliveira Santos, 29 anos, conhecido como ‘Nego Sérgio’. O suspeito de ter cometido cerca de 12  homicídios e comandado o tráfico de drogas na região de São Cristovão, também é acusado de colocar crianças como ‘mulas’. De acordo com a polícia ‘Nego Sérgio’ pode ter usado várias crianças para comercializar drogas.

O foragido foi preso no último final de semana durante uma blitz na rodovia João Bebe Água pela Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRv). De acordo com o diretor do DHPP, delegado Everton Santos, a polícia realizou várias tentativas de prendê-lo, mas, segundo o delegado, Nego Sérgio é um traficante que conta com uma equipe de comparsas ligados 24 horas que o avisa sempre quando a polícia se aproxima. “Ele é um dos maiores traficantes de São Cristóvão e sua base de atuação é nos bairros Tijuquinha, Quilombo, Roza Elze e Recanto dos Pássaros”, explica.

O delegado informou, ainda, que Nego Sérgio empreendia uma guerra particular com outros três traficantes pelo controle na venda de drogas daquela região. “Um dos inimigos dele está preso e outro foi morto, mas um continua solto”, declarou Everton.

Sobre os assassinatos imputados a ele, Everton confirma que ele mesmo executava ou mandava matar os desafetos. Entre os mortos estão crianças e adolescentes que vendiam drogas para Nego Sérgio. Outro crime que ficou famoso foi o assassinato de Alexandre Campos Silva, 34 anos, que Nego Sérgio matou com um tiro nas costas na presença de cerca de 20 pessoas; porém, com medo ninguém procurou o DHPP para depor contra o acusado. O crime foi registrado no dia 2 de abril deste ano. 

Comentários