Trânsito na ponte que liga Santa Rosa a Divina Pastora está liberado

0
Parte da obra de restruturação foi concluída e trânsito foi liberado parcialmente (Foto: Sedurbs)

O trânsito na ponte que liga os municípios de Santa Rosa de Lima a Divina Pastora foi liberado na última quinta-feira, 29. O fluxo de veículos no trecho estava bloqueado desde julho de 2019, quando as chuvas provocaram uma cratera na cabeceira da ponta que fica na rodovia SE 240.

De acordo com Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs), a empresa responsável pelo escoramento da ponte concluiu o trabalho, possibilitando a liberação do fluxo de veículos de pequeno porte, micro-ônibus, e veículos utilitários com carga máxima de 23 toneladas.

Chuvas destruíram parte da ponte em julho de 2019 (Foto que circulou em redes sociais na época)

A Sedurbs lembra aos condutores que trafegam pelo local que a velocidade máxima permitida na ponte é de 30 km/h e que está autorizada a passagem de apenas um veículo por vez, conforme indicam as placas de sinalização afixadas na via.

A liberação total da ponte, segundo informações do Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER), só será possível após a conclusão do serviço de preenchimento de concreto especial nos pilares, trabalho que está dentro do cronograma.

Relembre

Em julho de 2019, as chuvas fortes que caíram no estado provocaram danos na ponte que precisou ser interditada. O Governo de Sergipe solicitou recursos ao Governo Federal para executar as obras de recuperação da ponte. Em março de 2020, a ordem de serviço para recuperação da ponte foi assinada e a previsão era que em seis meses ela fosse concluída.

Durante esses quase dois anos de interdição, o acesso aos munícipios se deu por uma antiga estrada vicinal, que passa por dentro de uma fazenda e representava um desvio de cerca de 3 km.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais