Trecho da Av. Beira Mar pode ser interditado esta semana

0
Trecho pode ser interditado (Fotos: Portal Infonet)

A Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) poderá interditar temporariamente o tráfego de veículos da Avenida Beira-Mar. A informação é do secretário municipal do Meio Ambiente, Eduardo Matos. Segundo ele, uma decisão poderá sair a qualquer momento determinando o fechamento do trecho. A medida evitaria danos físicos à população, devido à deterioração da balaustrada e da calçada que divide o Rio Sergipe da Avenida 13 de Julho, causada pela maré.

De acordo com Matos, a PMA pediu urgência à Administração Estadual do Meio Ambiente (ADEMA), na avaliação de um projeto que corrigiria o problema no local, mas o órgão teria rejeitado. Por conta disso a via será interditada até que novos estudos sejam elaborados para que não cause danos ao meio ambientes.

Adema

Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta segunda-feira, 29, o  secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos e presidente da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), Genival Nunes, rebateu as argumentações da Prefeitura de a Aracaju, alegando que não é possível autorizar obras no local sem estudos específicos. Para Genival, um estudo de modelagem matemática na área mostrará o real perigo do trecho. Ele explica ainda, o estudo de engenharia deve mostrar o impacto ambiental e que o projeto apresentando pela PMA propõe um aterramento de 40 metros, seis espigões e um muro. “Não há como autorizar uma obras dessas sem um estudo que avalie os impactos ambientais", afirmou o secretário de Estado do Meio Ambiente.

Genival Nunes "Se a Prefeitura entender que o local representa riscos deverá interditar-lo"

Culpa

Genival foi enfático ao afirmar que qualquer dano que venha ocorrer à vida humana por conta de um possível desabamento no local não é de responsabilidade da Adema. Para ele, a avaliação dos riscos tem que ser feita pela prefeitura em conjunto com a Defesa Civil. “Se a Prefeitura entender que o local representa riscos deverá interditar-lo. Uma medida preventiva deverá ser tomada até que se tenha a modelagem para fazer uma estrutura como essa. Exigimos um estudo de modelagem matemática para que possamos avaliar. Esse projeto que está aqui na Adema precisa de estudos antes da sua execução. A magnitude deste empreendimento que está aqui não permite a sua liberação sem o devido licenciamento. É preciso que exista bom senso por parte da prefeitura”, disse o secretário.

PMA

À reportagem do Portal Infonet, o secretário Eduardo Matos afirmou que procurou o órgão por diversas vezes, na tentativa de obter a liberação das obras.  Matos disse ainda, que a solicitação foi feita há mais de 50 dias pela liberação do licenciamento para dar início às obras. "Quando pedimos urgência fizemos pelo risco. Contudo, atendendo a solicitação da Adema, já solicitamos um estudo matemático e já contratamos o serviço. Só que esse tipo de estudo levará cerca de dois anos e quem se responsabiliza pela segurança de quem passa pelo local? Vale ressaltar que a responsabilidade é da Adema porque é ela a responsável para liberar as obras, pois vidas humanas estão em jogo”, disse, Matos.

Por Eliene Andrade

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais