Túmulos são violados no São João Batista

0

O cemitério São João Batista
Furtos e arrombamentos no cemitério São João Batista, que fica na zona sul da Capital, têm deixado famílias revoltadas com o descaso no local. De acordo com a denúncia feita por um internauta a aposentada Ivan Vieira Hora teve o túmulo de parentes arrombados. “Roubaram a carneira do meu filho e na cova da minha mãe levaram o alumínio e o cobre, além das letras dos nomes que ficam no mármore”, relata.

Procurado para falar sobre o assunto o coordenador do cemitério não desejou dar entrevista, ele apenas disse que a responsabilidade de cuidar dos túmulos pertence aos parentes e não a administração.

Muitos túmulos estão arrombados, o sinal é de abandono
A assessora de comunicação da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), Mayusane Matsunae, disse ter conhecimento da situação e que o caso está sendo apurado. “Estamos apurando os casos de reclamação que chegam a empresa. Mas é importante frisar que a responsabilidade de cuidar do patrimônio publico é da guarda municipal e já estamos contatando a guarda para saber o que pode ser feito”, frisa.

A assessora disse ainda que a população pode reclamar diretamente à Emsurb. “Quem tiver o túmulo arrombado pode notificar a empresa por meio de um ofício que nós vamos ao local realizar os reparos. Mas é importante que a população também possa visitar o túmulo regularmente para fiscalizar a manutenção do espaço”, afirma Mayusane Matsunae.

Comentários