Turista de MG é encontrada morta com sinais de agressões

0
A vítima foi encontrada morta na areia da Praia de Atalaia (Fotos: Portal Infonet)

Uma turista de Minas Gerais foi encontrada morta na manhã deste domingo, 15, nas areias da Praia de Atalaia, próximo a Passarela do Caranguejo, em Aracaju.

A técnica de enfermagem Cleuza Lourenço Machado, 48 anos, é natural de Sete Lagoas e estava em Aracaju a passeio junto com uma amiga desde a última segunda-feira, 09.

A turista foi encontrada sem as próprias roupas e aparentava ter sinais de agressões pelo corpo. De acordo com uma amiga da vítima [que preferiu não se identificar], Cleuza Lourenço saiu para tomar um banho na tarde do último sábado, 14, quando não mais foi localizada. 

“Estamos em uma pousada aqui. Ela saiu às 17h30 de ontem de biquíni e sandália dizendo que ia tomar um banho na praia. Fiz uma sopa para a gente comer e a hora foi passando e ela não retornou. Liguei para o 190, mas não a localizamos e hoje ela foi encontrada morta. Judiaram muito dela”, lamenta ao contar que a passagem de retorno para Minas Gerais estava comprada para a sexta-feira, 20.

Investigação

Cleuza Lourenço estava em Aracaju com uma amiga 

O delegado Antônio Sérgio conta que a vítima pode ter entrado em luta corporal com suspeito

O delegado Antônio Sergio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) esteve no local onde a turista foi encontrada. Segundo ele, a turista pode ter sido vítima de homicídio ou latrocínio.

“Tudo indica que tenha sido homicídio ou latrocínio pelos sinais de violência que se encontra no corpo dela. Provavelmente houve luta corporal pelas marcas que a gente está vendo agora, mas vamos aguardar a perícia e o laudo do IML para verificar exatamente o que ocorreu. Já fizemos buscas pelo local e não encontramos roupa e nem objeto pessoal da vítima”, afirma.

Ainda de acordo com o delegado, a polícia vai ouvir a amiga da vítima e solicitará as imagens das câmeras de segurança da Passarela do Caranguejo na tentativa de se verificar se a turista teria se encontrado com alguém no momento em que saiu da pousada.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais