Um mês após atentados, presidente Sindipen não é ouvido

0
Edilson Souza, presidente do Sindipen/SE (Foto: Portal Infonet)

O presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Sergipe (Sindipen), Edílson Souza ainda não foi chamado para prestar depoimento na 3ª Delegacia Metropolitana. Ele sofreu duas tentativas de homicídio em janeiro, sendo uma na noite do dia 20 no bairro Santo Antônio e a outra na madrugada do dia 21, na sede do sindicato.

“Eu fiz um Boletim de Ocorrência na 3ª Delegacia Metropolitana, mas ainda não fui chamado para prestar depoimento sobre as duas tentativas de homicídios”, ressalta.

O Portal Infonet entrou em contato com a 3ª DM na tarde desta  sexta-feira, 20, um mês após o primeiro atentado que aconteceu nas proximidades de um supermercado do bairro Santo Antônio, mas a informação no cartório é de que os delegados não estavam e,”como os servidores são novatos, ainda não tem como saber se o caso está com qual dos delegados da 3ª DM [Marcelo Cardoso, Alexandre Pires e Gabriel].

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais