Um trabalho de garimpo na descoberta do pesquisador no Nordeste

0

Sergipe tem dado grandes passos em diversas áreas, e uma delas é a pesquisa. Nessa quinta-feira, dia 5, Rivanda Meira Teixeira e Jenny Dantas Barbosa estarão lançando, a partir das 17h30min, no hall da Reitoria da Universidade Federal de Sergipe – UFS, o livro “Empreendedores, Pequenas e Médias Empresas – O Estado da Arte em Pesquisa no Nordeste”, primeiro tema da área a ser abordado no país e que traz como conteúdo pesquisas realizadas em todo o Nordeste com diversas empresas e empreendedores. Em entrevista ao InfoNet Notícias, as autoras falaram sobre o trabalho realizado. INFONET NOTÍCIAS – Como vocês chegaram a este tema? JENNY DANTAS – Essa motivação surgiu em um Seminário que a Rivanda participou na Itália – “Research in Entrepreneurship” – mostrando o Estado da arte e a pesquisa na Europa. No Brasil já existem trabalhos desse teor, mas não com este tema e, aqui no Nordeste, este é pioneiro. INFONET NOTÍCIAS – Como foi o processo de levantamento de dados? Qual a essência do livro? JENNY DANTAS – Nós catalogamos os pesquisadores de todo o Nordeste e levantamos todo o material. Depois, realizamos entrevistas com esses pesquisadores, buscando as percepções de cada pesquisador, suas dificuldades e metodologias aplicadas. Este livro traz um levantamento de ensaios sobre diferentes temas envolvendo empresas e empreendedores. Traz dados de estudos de 1980 a 2000 de órgãos que facilitam à pesquisa como a FIES, o Sebrae, dentre outros. Ele vai subsidiar especialistas, empresários consultores e profissionais envolvidos em pesquisas no processo de levantamento de dados e tomada de decisões. INFONET NOTÍCIAS – Qual foi o tempo de produção da obra? E qual foi a maior dificuldade? RIVANDA MEIRA – O trabalho levou dois anos de preparação e abrangemos desde o Maranhão à Bahia. Uma das dificuldades é que essa é uma área que não tem muito pesquisador. O difícil era achar os nomes dos pesquisadores. Os celeiros dos pesquisadores são as universidades com os cursos de pós-graduação. Muitos dos pesquisadores nos indicavam a outros profissionais para que pudéssemos realizar a pesquisa. Este foi um trabalho de garimpo: descobrir o pesquisador no Nordeste, já que não conseguimos entrevistar a todos, principalmente no Pernambuco. INFONET NOTÍCIAS – Quantos pesquisadores vocês entrevistaram e qual a verdadeira importância de um trabalho como esse para Sergipe? JENNY DANTAS – Nós entrevistamos 56 pesquisadores e a grande importância de um documento como esse está no desenvolvimento do conhecimento existente nas empresas e nos empreendimentos. Na prática, possibilitaria aos especialistas e empresários um processo de tomada de decisões. Isso é fundamental para as políticas públicas, pois se pesquisas como essas não fossem realizadas, não se poderia definir as políticas públicas. Esse material vai gerar um banco de dados para as universidades. INFONET NOTÍCIAS – Com que periodicidade essa pesquisa deve ser atualizada? Vocês já pensaram em realizá-la em nível nacional? RIVANDA MEIRA – Uma pesquisa como essa deve ser atualizada a cada cinco anos, porque sempre surgem novas técnicas e novos pesquisadores em diversas áreas. Essa pesquisa sistematiza a informação que já existe, mas de forma espessa. Observamos que os órgãos de fomento à pesquisa não têm um banco de dados como esse. Inicialmente pensamos em fazer esta pesquisa em nível nacional, mas ainda não foi possível. Para que consigamos isso, é preciso ter um maior apoio dos órgãos de fomento à pesquisa. INFONET NOTÍCIAS – Diante do que foi pesquisado e observado, o que vocês propõem como sugestões de melhoria para as empresas? JENNY DANTAS – Observamos que é necessário que se criem publicações específicas sobre o tema, onde os pesquisadores possam expor os resultados de suas pesquisas. Aqui no Brasil não existem revistas especializadas sobre este tema em específico. A única que encontramos foi a “Pequenas Empresas Grandes Negócios”, mas esta não é voltada à pesquisa. Observamos que é necessário que se crie uma revista especializada, a fim de divulgar as pesquisas realizadas no Nordeste. É importante também ter um intercâmbio entre as bibliotecas do Nordeste. O livro estará à venda na Editora UFS – Ceav – e na Livraria Escariz do Shopping Jardins. Maiores informações pelo telefone (0xx79) 212-6408.

Comentários