Uma adaptação inapropriada

0

O secretário de Administração, o ex-deputado Ivan Paixão, anda fazendo gracinhas com relação ao desconto do servidor inativo, cujo projeto de lei já está na Assembléia. A um repórter que quis mais informações sobre o projeto, o secretário disse simplesmente que se o presidente Lula fez, o governo sergipano também pode fazê-lo. “O Governo de Sergipe está tão somente se adaptando à lei federal”. Mas, o próprio secretário sabe que esta afirmação não condiz exatamente com a verdade. A lei federal que instituiu a cobrança dos inativos facultou aos Estados cobrá-los ou não. O que é preciso dizer é que o Estado está com um IPES deficitário e, antes que o problema fique maior, quer descontar 13% dos salários dos inativos. Se era para seguir a lei federal, por que 13% e não 11%? Até agora ninguém do governo explicou por que o índice mais alto que o do governo federal. Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais