Uma candidatura indeferida nas eleições para desembargador

0

Henri Clay Andrade
A candidatura do advogado Aladir Cardoso Filho à vaga de desembargador foi indeferida pelo Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil, em Sergipe (OAB/SE). Segundo Henri Clay Andrade, presidente da OAB/SE, ele não cumpria o pré-requisito de ter mais de dez anos de exercício ininterrupto da advocacia.

 

“Durante esse período ele exerceu um cargo incompatível com a advocacia, por isso teve que se licenciar”, explicou. Desta forma, as eleições terão 16 candidatos. Andrade acrescentou que o pedido de impugnação da candidatura de Edson Ulisses, impetrado pelo deputado federal Mendonça Prado (DEM) e pelo vereador de Aracaju, Josenito Vitale (PR), o Nitinho, não foi aceito pelo conselho.

 

“A ação foi intempestiva, fora do prazo legal”, diz Henri Clay. Todos os cidadãos tiveram até o dia 1° de outubro para impetrar ação de impugnação a qualquer candidatura, mas o vereador e o deputado só o fizeram no dia 5 de outubro. “Os fundamentos apresentados por eles foram relevantes, baseadas no princípio da moralidade”, considerou. Eles devem levar a ação agora para o âmbito judicial.

 

Eleição indireta

 

O presidente da OAB/SE diz que ainda não foi notificado do mandado de segurança impetrado pelo advogado Carlos Alberto Menezes, pedindo que as eleições sejam realizadas de maneira indireta. Contudo, Andrade esclarece que o provimento do Conselho Federal da Ordem não impede que a eleição seja feita de forma direta.

 

“Das 27 seccionais, 21 fazem eleições indiretas e seis fazem eleições diretas. Ele [Menezes] contesta judicialmente o provimento do Conselho Federal, vamos esperar o resultado”, finaliza.

 

Por Gabriela Amorim

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais