Unidade turística no Estado?

0

Não há unidade na política de turismo do Estado. Existe uma Secretaria de Turismo e a Empresa Sergipana de Turismo. A Setur seria a cabeça pensante da política de turismo e a Emsetur a sua executora. Ocorre que a Setur dispõe, mensalmente, de uma dotação pequena. A melhor fatia financeira fica com a Emsetur. Esta é, porém, uma empresa complicada. Tudo que o governador quer atender de pedidos de prefeitos e aliados políticos, manda para a empresa pagar. Resultado: a Emsetur volta a dever o que não tem. E para pagar tudo, há sempre dificuldade. O secretário de Turismo, Pedrinho Valadares, e o presidente da Emsetur, Ari Leite, dão-se bem para os holofotes. Internamente, travam uma briga de espadas no escuro. Por exemplo: o secretário não vai a nenhum evento da Emsetur. O presidente da Empresa vai aos eventos da Secretaria para manter as aparências. Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais