Vazamento de amônia assusta moradores na Zona Norte

0
Momento em que Corpo de Bombeiros chega ao local (Reprodução de imagens veiculadas em redes sociais)

Um vazamento de amônia – composto químico tóxico e corrosivo – assustou moradores da avenida Maranhão na noite desta quinta-feira, 25, em Aracaju. De acordo com informações do major Eduardo Henrique Moura, supervisor do Corpo de Bombeiros, o local foi isolado e a situação foi controlada sem registro de problemas maiores na região.

Conforme o capitão Moura, o vazamento ocorreu em uma fábrica de gelo. O proprietário revelou à equipe do Corpo de Bombeiros que houve interrupção no fornecimento de energia elétrica na região, mas os compressores continuaram operando, quando deveriam ser desligados automaticamente. Como consequência, a amônia foi produzida e o gás se dissipou, conforme informações do capitão Moura.

A equipe do Corpo de Bombeiros isolou a área, impedindo a aproximação de pessoas em uma extensão de aproximadamente 100 metros e o tráfego de veículos ficou interrompido durante o período em que as equipes trabalharam para controlar a emissão de gases. A equipe atuou fazendo o resfriamento dos compressores, para reduzir a temperatura e fazer a dissipação dos gases na atmosfera.

Algumas pessoas ficaram expostas ao composto químico, inclusive o proprietário da fábrica de gelo, que recebeu atendimento da equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não há registro que o paciente tenha sofrido consequências maiores, segundo o capitão Moura.

Por Cássia Santana

Comentários