VCA é multada pela Delegacia do Trabalho

0

A empresa de transporte urbano Viação Cidade de Aracaju (VCA) foi multada nessa manhã pela Delegacia Regional do Trabalho (DRT) por atrasos no pagamento dos funcionários, pelo não pagamento de horas extras e outras infrações detectadas. A delegada adjunta Rosenilde Santos se encontra agora em reunião com os representantes da VCA na sede da empresa. “Tentamos uma negociação ontem, e hoje vamos tentar outra. Ainda estamos em uma situação de negociação, para tentar resolver da melhor forma”, falou a delegada antes de entrar na empresa.

Os motoristas e cobradores estão paralisados desde ontem e ainda se encontram na frente do galpão dos ônibus. Eles protestam contra as más condições de trabalho, e pela readmissão de cinco funcionários, demitidos na terça-feira. Ainda não foi encontrada uma solução de diálogo entre as partes, o que leva a uma paralisação por tempo indeterminado.

A paralisação

A delegada regional do trabalho adjunta, Rosenilde Santos, conversando com o advogado dos manifestantes e com Fosé farias, um dos demitidos.
A empresa chamou também nessa manhã pessoas aprovadas em um concurso anterior para assumir os ônibus parados. Alguns veículos estavam saindo da garagem, e um deles provocou um acidente na vizinhança. Segundo informações dos manifestantes, quem dirigia o veículo era um técnico de segurança, que, sem prática na condução de veículos grandes, acabou invadindo a calçada de uma residência.

“Nós temos que denunciar isso à justiça. Eles estão pondo em risco a segurança da população quando põem pessoas não habilitadas para dirigir esses veículos”, comentou José Oliveira de Farias, um dos funcionários demitidos na terça–feira. “Felizmente nós tivemos a solidariedade de quase 100% dos companheiros. Mas nós não estamos impedindo de trabalhar aqueles que não quiseram aderir” ponderou.

O advogado dos manifestantes, Dr. Gustavo Élson Guedes Vasconcelos tentará uma nova negociação com a empresa. “Os empregados buscaram a negociação e a empresa não demonstrou retorno até agora. Esses funcionários estão com os salários atrasados, o FGTS sem estar pago, sem os seus descontos e sem suas horas extras. Eles estão se sentindo humilhados”, declarou o advogado. Hoje a noite acontece uma assembléia geral para a análise de como está sendo a paralisação.

Os representantes da empresa não foram encontrados pela nossa reportagem. Os motoristas prometem ficar de vigília na frente da empresa durante todo o fim de semana. 

O usuário

Segundo o superintendente da SMTT, Bosco Mendonça, todos os esforços estão sendo feitos para remanejar as frotas, já que houve um déficit de 120 carros. “As alterações de carros estão sendo feitas em tempo real, de acordo com a demanda vista. Nossos operadores estão nos terminais para verificar isso”, disse Bosco.

O superintendente ainda comentou que os problemas da VCA não vêm de agora. “Eles usam uma frota antiga, em que muitos ônibus quebram constantemente. E em muitos dias eles não põem a frota toda na rua”, declarou. A cada veículo que não é disposto à população a empresa paga uma multa para a SMTT. Ao todo estão em funcionamento em dias normais aproximadamente 420 ônibus em toda a Aracaju.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais