Vendas a prazo suspensas em postos

0

Praticamente todos os postos de gasolina suspenderam a venda do produto à prazo. São poucos, para não dizer raros, os que ainda negociam a gasolina para pagamento através de cheques no prazo de 30 dias. O que no passado virou uma grande farra, agora passou a ser uma raridade. O que aconteceu? Um dono de posto de gasolina explicou que há muito “borrachudo” entre os cheques recebidos. O longo prazo de 30 dias faz com que o emitente do cheque sem fundo tome outros caminhos, até mudando da cidade. E quem amarga o prejuízo é o posto de gasolina que praticamente recebe o seu produto à vista e não pode deixar de pagá-lo. O último aumento fez com que a inadimplência crescesse. Resultado: as vendas a prazo através de cheques estão suspensas.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais