Vereador diz que CPI terá tempo para apurar abusos eleitorais

0

O vereador Antônio Gois (PT) usou a tribuna da Câmara de Vereadores, na manhã de hoje, para garantir que a Comissão Parlamentar de Inquérito criada para investigar os possíveis abusos cometidos nas campanhas eleitorais de vereadores, não vai “acabar em pizza”. Segundo o parlamentar, alguns veículos de comunicação não estão apostando na eficiência da CPI.

 

Apesar disso, ele também destacou que em matéria veiculada hoje, no Jornal da Cidade, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador José Artêmio Barreto, reconheceu que pode estar havendo compra de votos nestas eleições. Autor da proposta que criou a CPI, Goisinho diz acreditar que a CPI da Câmara terá tempo suficiente para trabalhar e fechar um parecer antes da diplomação.

 

“Nós temos um mês para fazer as nossas prestações de conta. A CPI terá, depois das eleições, também um mês para dar o seu resultado final”, lembra Goisinho, acrescentando: “Acreditamos que se o TRE fizer um mutirão na noite de sábado e durante o domingo de eleição, junto com a Polícia Federal, nós vamos evitar bastante que haja a prática da compra de voto no nosso Estado e na nossa Capital”.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais