Vereador sequestrado é obrigado a pular em um rio

0

O vereador Gladson Garcia Foto: Portal Infonet/Prefeitura Carmópolis
O vereador Gladson Garcia Araujo do PSC do município de Carmópolis, distante 47 km da capital sergipana, viveu duas horas de terror nas mãos de três bandidos fortemente armados que sequestraram Gladson da porta da sua residência. O fato foi registrado na noite da última terça-feira, 13, por volta das 22h30, quando o vereador estava na porta de casa conversando com uma vizinha.

Segundo Gladson, os três homens tentaram levar a vizinha, mas foram convencidos de que deveriam deixar a mulher. “Então eles me colocaram no carro e encapuzaram meu rosto com um saco plástico. Ficaram rodando comigo de carro e me ameaçaram o tempo todo dizendo que a cabeça de vereador valia R$ 10 mil”, relata.

Apesar das constantes ameaças, Gladson acredita que os homens só descobriram que ele é vereador após encontrar sua documentação. “Acho que eles não sabiam que sou vereador e quando descobriram pediram dinheiro, pedi para ligar para meu pai, mas eles não deixaram”, diz o vereador.

Após rodar por mais de duas horas, os bandidos atolaram o veículo de propriedade do vereador e foram obrigados a deixar o carro. Gladson conta que nesse momento eles pediram para que ele saísse do carro e fosse embora correndo. “Pensei que eles iam me matar, sai correndo e na frente só vi um rio, me joguei e sai nadando até ter certeza de que eles já tinham ido embora”, lembra.

O vereador foi deixado no povoado Central, município de Riachuelo e recebeu a ajuda de populares. Gladson lembra que minutos após recebeu total apoio da polícia. Os bandidos levaram celulares e cartões de crédito da vítima.

O caso está sendo investigado pelo delegado Lenio Augusto M. Costa Carvalho que procura pistas dos bandidos.

* A matéria foi alterada ás 08h50 para acréscimo de informações

Por Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais