Vida Nova Sobrado: morador relata dificuldade com transporte coletivo

(Foto: enviada por colaborador)

Os moradores do Residencial Vida Nova Sobrado, que fica na avenida Lauro Porto, em Nossa Senhora do Socorro, estão insatisfeitos com a oferta de ônibus do transporte coletivo para a localidade.

A situação foi denunciada ao Portal Infonet por um morador da localidade. Robson Viana revelou que não há horários definidos para os ônibus e que os moradores são obrigados a utilizar táxi lotação ou transporte por aplicativo para poder se deslocar do bairro para outras regiões.

“Nós moradores não temos noção de qual horário o ônibus vai passar, pois nunca passa no horário previsto. Se a pessoa perder um ônibus, o outro só irá passar depois de 40 minutos. Enquanto isso, nós ficamos a mercê de lotações e Uber”, conta.

O morador explica que não existe uma linha própria para o residencial e que as únicas que passam por lá são aquelas que atendem ao Loteamento Parque São José, ou seja, as linhas Parque São José/Centro e Parque São José/Maracaju.

“Essas linhas atrasam constantemente e não nos levam para um ponto fundamental da Grande Aracaju: o terminal da Zona Oeste, que fica a menos de 10 minutos de carro/moto. É preciso fazer um imenso “arrodeio” para chegar lá. Meu pai, um senhor de 62 anos, agente de limpeza, trabalha no TRT, que fica no bairro Capucho. Se dependesse das linhas que atendem o residencial, não chegaria a tempo no seu trabalho. Por conta disso, opta por ir e voltar do trabalho usando uma bicicleta. Na última semana, por conta das fortes chuvas, sofreu um acidente de bicicleta e machucou o braço e o rosto”, lamenta.

Robson conta que os moradores buscaram os órgãos competentes, mas não tiveram solução para o problema e, por isso, criaram um perfil no Instagram (@urgentevidanova) com objetivo de formatar um abaixo assinado e trazer melhorias para a área.

O Portal Infonet entrou em contato com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp) e com a Superintendência de Transporte e Trânsito de Aracaju (SMTT), mas até o fechamento dessa matéria, não houve resposta. A equipe de reportagem permanece à disposição por meio do e-mail jornalismo@infonet.com.br.

Por Luana Maria e Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais