Vigilantes protestam contra atrasos de salários

0
Vigilantes protestam contra salários atrasados no Denocs (Foto: Portal Infonet)

Os vigilantes que fazem a segurança de prédios da coordenadoria estadual do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Denocs), vinculado ao Ministério da Integração Nacional, alegam estar há meses com salários atrasados e, por isso, realizaram um protesto em frente ao órgão, na manhã desta terça-feira, 21.

Os trabalhadores prestam o serviço por meio da empresa Savana, em dois municípios: em Aracaju, os vigilantes estão há dois meses sem receber e em Graccho Cardoso, há pelo menos seis meses.

"Nossos colegas estão desesperados", diz Carlos Santos, do Sindivigilante

De acordo com um dos representantes do Sindicato dos Vigilantes (Sindivigilante), Carlos Santos, são 16 homens nessa situação. “É bastante complicado, os trabalhadores procuram o sindicato reclamando. Estamos sensíveis a essa situação, alguns estão sendo cobrados, com restrição a crédito e até com pensões alimentícias atrasas. Nossos colegas estão desesperados”.

Nossa equipe procurou a empresa Savana em Sergipe para saber do problema, e foi informada, por uma diretora de prenome Valéria, de que não poderíamos ter nossos questionamentos respondidos no momento. Estamos à disposição da empresa através do telefone 2106-8000 e do e-mail jornalismo@infonet.com.br. 

A assessoria de comunicação do Ministério da Integração Nacional informou que os pagamentos dos funcionários que prestam serviço às coordenadorias estaduais do Dnocs estão efetuados até setembro. Os valores referentes ao mês de outubro estão em trâmite para liberação o mais breve possível.

Por Victor Siqueira

A matéria foi alterada às 15h57 do dia 21/11 para acréscimo de nota do Ministério da Integração Nacional

Comentários