Vitimas de acidente continuam internadas

0

Há pouco mais de uma semana do acidente ocorrido no último dia 17, entre dois ônibus no Km 81 da BR-101, no município sergipano de Laranjeiras, continuam internadas algumas das 72 vítimas. Três delas continuam na UTI, como a pernambucana Andréia Ferreira das Chagas, que está grávida de cinco meses. O menino Patrick Artur Leite saiu do estado de coma, mas continua na UTI do Hospital São José, fora de perigo. Também permanece no CTI pediátrico do Hospital João Alves Filho, João Pedro Chagas da Silva, de três anos. Seis pessoas permanecem internadas na Clínica Renascença. Já no Hospital João Alves Filho, permanece internada Iara Cibele Lima, que deixou a UTI e está em observação. Bruna Jacqueline Barreto, de cinco anos, se recupera de uma cirurgia na perna direita e está na enfermaria do Hospital São José. João Daniel Marinho Santos deixou a UTI do Hospital São Lucas, onde também está internada Marlene Garcia dos Santos, ambos fora de perigo. O pernambucano Antônio de Oliveira Maciel está internado no Hospital Cirurgia. Ele teve fratura exposta na perna direita e já foi submetido a duas cirurgias. INVESTIGAÇÃO – O acidente entre os dois veículos deixou 17 vítimas fatais e mais de 70 feridos. O inquérito que investiga as causas do acidente está sendo presidido pela delegada Daniela Garcia Alves Soares, da Delegacia de Laranjeiras. Segundo ela, ninguém poderá ser punido criminalmente, já que os dois motoristas também morreram. Cícero Ricardo da Silva, 50 anos, motorista da empresa Fernantur, que trazia os alunos do Colégio Arquidiocesano de Maceió para Aracaju, é apontado como responsável pelo acidente, tanto por testemunhas, como pelos sobreviventes e pelo laudo da Polícia Rodoviária Federal. Segundo a perícia ele teria realizado uma ultrapassagem irregular, batendo contra o veículo da empresa Fascinatur, que viajava no sentido contrário, levando cerca de 50 passageiros pernambucanos para Olinda.

Comentários