Yázigi lança campanha contra corrupção

0

A escola de idiomas Yázigi lança na próxima sexta-feira, dia 26, a campanha “No Corruption”. A idéia é promover a conscientização pela mudança do cenário político, baseada no conceito de campanhas internacionais por meio da comercialização de pulseiras temáticas, cujo lucro será revertido para a ONG Transparência Brasil. O lançamento acontece no Anfiteatro do Yázigi, a partir das 19h, com apresentação das bandas Snooze e Evolution. A entrada é gratuita.

As pulseiras desenvolvidas para a Campanha “No Corruption” são confeccionadas em silicone, na cor branca, como símbolo de apoio da rede à ação da ONG Transparência Brasil. Entre os projetos desenvolvidos pela Transparência Brasil, o denominado “Às Claras” receberá as doações provenientes da comercialização das pulseiras. Todas as mais de 350 unidades franqueadas do Yázigi Internexus e parceiros participarão da campanha, comercializando as pulseiras e realizando um trabalho de conscientização dos alunos no intuito de aderirem à causa por um Brasil mais limpo.

“Um dos nossos objetivos como educadores é criar espaços de engajamento e articulação social, de maneira que os estudantes do Yázigi se interessem pela causa e se empenhem pela construção de um país do qual possam se orgulhar”, observa Alexandre Silva, diretor-presidente do Yázigi Internexus.

 

Qualquer pessoa pode adquirir as pulseiras na secretaria do Yázigi, ao custo de R$ 4,00. A cada pulseira comercializada, R$ 1,00 será depositado na conta da ONG Transparência Brasil. Os comprovantes desses depósitos serão enviados à ONG para seu controle e conhecimento.

A No Corruption pretende atuar em três frentes colaboradoras, que se definem na contribuição financeira; na mudança de consciência e na mobilização social. Em Aracaju, o primeiro evento de divulgação da campanha acontece no dia 02 de setembro, sexta-feira, em uma manifestação no Anfiteatro da Unidade 13 de Julho, com participação da Banda Snooze.

TUDO ÀS CLARAS – O Projeto Às Claras tem como atividades principais, trabalhar na análise da estratégia de financiamento adotado pelas campanhas eleitorais, traduzindo os dados sobre prestação de contas dos partidos e candidatos aos cidadãos; analisando a coerência e confiabilidade desses dados; identificando padrões de financiamento privado e medindo os riscos de corrupção. Para desenvolver um trabalho sério, a Transparência Brasil conta com a colaboração do Tribunal Superior Eleitoral, que disponibiliza dados para o site da ONG (www.asclaras.org.br).

 

A campanha No Corruption prevê ainda a realização de eventos, atividades pedagógicas, palestras, criação de grupos de discussão, desenvolvimento de projetos interativos, peças teatrais, redações e trabalhos utilizando o tema da Campanha durante o 2º semestre de 2005. Essas ações paralelas fazem parte do esforço do Yázigi em integrar os alunos à campanha. A idéia é trabalhar intensamente para que a conscientização em relação à situação política no país seja a maior possível entre os alunos, para que eles se tornem multiplicadores dessas idéias.

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais