Alimentos arrecadados no Pré-Caju serão doados aos sertanejos

0

As pessoas que optarem participar do Pré-Caju 2004 nas arquibancadas devem trocar a camisa e o ingresso, que dão acesso ao local, por alimentos. As doações serão encaminhadas às populações dos quatro municípios do sertão sergipano atingidos mais intensamente pelas chuvas das últimas semanas. A notícia foi dada pelo prefeito de Aracaju, Marcelo Déda, em entrevista coletiva concedida na manhã de hoje no Palácio Ignácio Barbosa. “A exemplo da parceria firmada no ano passado, entre Prefeitura de Aracaju e Associação Sergipana de Blocos e Trios, a troca das camisas estará condicionada a doação de alimentos não perecíveis. Só que desta vez, apesar da necessidade das comunidades carentes da capital, percebemos que nossos irmãos sertanejos estão precisando muito mais dessa ajuda, por isso decidimos que todo alimento arrecadado será doado para as populações dos municípios de Porto da Folha, Poço Redondo, Monte Alegre e Canindé do São Francisco”, explicou Déda. A campanha batizada de “Alegria 100 – Fome Zero: Vai chover solidariedade!”, vai disponibilizar oito mil camisas mais ingressos (dois mil a cada noite). As camisas referentes à quinta-feira e domingo serão trocadas por três quilos de alimento. As camisas referentes a sexta-feira e ao sábado devem ser trocadas por cinco quilos de alimentos. Os organizadores da campanha também solicitam que as pessoas levem produtos diversificados. “Não será aceito sal. E, também, solicitamos que o folião faça a troca pensando no bem daquelas pessoas que estão passando tanta dificuldade no sertão. Então, em vez de levar apenas fubá de milho, ele deve levar arroz, feijão, açúcar, óleo, café, leite em pó, enfim, façam um misto de tudo”, solicita o prefeito. Os postos de troca estão montados em quatro lugares: Shopping Riomar, Shopping Jardins, Mirante da 13 de Julho e na Praça General Valadão. As pessoas devem procurar os pontos nos horários comerciais, no caso dos shoppings, o funcionamento seguirá o horário dos estabelecimentos. O prefeito também frisou que haverá um combate ferrenho aos cambistas que trocarem camisas por alimentos para, em seguida, comercializar as mesmas.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais