Alunos vão protagonizar obras de Machado de Assis e José de Alencar

0
4º edição do projeto Vitrine Literária acontecerá neste sábado, 9, a partir de 17h30 (Foto: Seed)

Com o tema “O amor pelas lentes de Machado de Assis, José de Alencar e outras visões – entre o real e o ideal”, a 4º edição do projeto Vitrine Literária acontecerá neste sábado, 9, com representações das grandes obras da literatura brasileira como Lucíola, Dom Casmurro e Iracema por parte dos alunos do Centro de Excelência Dom Luciano, da Rede Estadual de Ensino.

O evento faz parte do calendário escolar do Estado, será aberto ao público e promete um misto de poesia, literatura, teatro, música e dança. O espetáculo que acontece, tradicionalmente na Orla do Atalaia, desta vez será realizado na Praça Colina de Santo Antônio, em Aracaju, a partir das 17h30.

Idealizado pelo professor Fabiano Oliveira com parceria da Secretaria do Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), o Vitrine Literária leva para o palco cerca de 150 estudantes, e tem como objetivos construir pensamento crítico, despertar o interesse pela leitura e pela produção visual através da interpretação das obras literárias, além de ajudar os alunos a explorarem seus talentos.

O professor Fabiano explica que a Vitrine Literária é uma prática pedagógica realizada anualmente e a ideia é promover o encontro entre as artes e dar espaço para alunos serem protagonistas. “Não faz sentido estudar literatura apenas pelo livro ou sites sem dialogar com outras formas de comunicação. As linguagens se entrelaçam e em minhas práticas tento fazer com que o aluno veja literatura sob o ponto de vista da história, do teatro, do cinema e da música. Isso dá vida a conteúdos estáticos que não fazem sentido se não forem mostrados na prática dialogando com outros códigos”, afirma.

Proposta temática

O tema deste ano foi inspirado em famosos casais da literatura do país como Bento e Capitu, Brás Cubas e Virgínia (e Marcela), Aurélia e Fernando e propõe uma comparação entre os conceitos de amor de Machado de Assis, José de Alencar e o contemporâneo, por isso os estudantes terão oportunidade de expressar o significado desse sentimento para eles. “Todos os anos nós trabalhamos com um tema diferente. Já falamos sobre minorias, religião, poesias de Drummond, e agora sobre o amor na literatura. Esse é, com toda a certeza, o maior espetáculo literário da escola pública sergipana. É um presente que nós damos a toda a sociedade”, ressalta Fabiano.

Fonte: Seed

Comentários