Aprovada criação do Palácio-Museu Olímpio Campos

0

Palácio Olímpio Campos / Foto: Alejandro Zambrana
A Assembleia Legislativa aprovou o projeto do Governo que cria o Palácio-Museu Olímpio Campos, na forma de uma unidade administrativa da Secretaria de Estado da Casa Civil (SECC). O projeto vai resgatar a identidade pública e histórica do Palácio e dar nova funcionalidade ao imóvel, que está sendo completamente restaurado pelo Governo e passará a ser aberto à visitação pública. A lei, no entanto, mantém a denominação Palácio Olímpio Campos, que continua como sede oficial do Governo.

A nova legislação vai adequar as instalações do Palácio para que funcionem como Museu aberto à visitação pública, como acontece atualmente no Palácio do Planalto (DF), no Palácio da Aclamação (BA) e em outros palácios do país a exemplo de Alagoas e Pernambuco. Com a criação do Palácio-Museu, uma unidade administrativa da SECC vai funcionar no local para gerir o museu e administrar a exposição de coleções e objetos de conteúdo histórico, além eventos de caráter cívico ou cultural.

Como sede do Governo, o Palácio também continuará funcionando como local de despachos, reuniões ou solenidades. No entanto, uma parte será destinada prioritariamente à visitação pública, adequando-se ao Estatuto Nacional dos Museus.

Para a especialista em museologia, Isaura Ramos, a abertura do museu vai resgatar não só patrimônio do Palácio como também a história política de Sergipe. “Toda a história política de Sergipe passou por aqui, foi nesse prédio que os governantes tomaram as decisões mais importantes do estado, além de ter sido cenário da morte de Fausto Cardoso”, destacou Ramos.

História

O Palácio Olímpio Campos inicialmente foi criado como Palácio Provincial no ano de 1859, tendo suas obras concluídas em 1863, na presidência do Dr. Joaquim de Mendonça. A partir de 1954, quase cem anos após a sua construção o palácio passou a ser denominado “Palácio Olímpio Campos”, em homenagem ao jornalista, professor e sacerdote Monsenhor Olympio de Souza Campos, cuja personalidade política foi destaque em nível nacional, pois, foi deputado federal, presidente de estado e senador.

Fonte: ASN

Comentários