Aracaju terá lançamento da tradução de romance vanguardista francês

0
Serão três momentos de lançamento do livro na capital aracajuana. (Foto: Arquivo / Assessoria)

Para celebrar a primeira tradução em português do romance vanguardista francês “O Potomak”, Aracaju acolhe o evento “A vida e a arte de Jean Cocteau: 130 anos!” Serão três momentos de lançamento do livro com leitura de trechos da obra, de palestra sobre o autor com o professor Wellington Júnio Costa e de sessão comentada do documentário “Jean Cocteau: autorretrato de um desconhecido”, de Edgardo Cozarinsky.

No dia 4 de julho, às 18h, na livraria Escariz, o público poderá apreciar a leitura de trechos do livro e descobrir os encantos do Potomak, um monstro marinho inspirador de poesia. No dia 5, às 17h, no auditório de Letras da UFS, o professor Wellington Júnior Costa, tradutor do romance e pesquisador da obra de Jean Cocteau há mais de 15 anos, dará uma palestra que leva o título do evento.

No sábado, dia 6, às 16h, no Cinema Vitória, haverá uma sessão comentada do documentário “Jean Cocteau: autorretrato de um desconhecido”, dirigido por Edgardo Cozarinsky, cineasta homenageado com uma retrospectiva pela Cinemateca Francesa de Paris, de 26 de junho a 7 de julho deste ano.

Tudo programado para a semana em que o grande escritor e artista francês Jean Cocteau, nascido em 5 de julho de 1889, completaria 130 anos. O evento também marca o centenário da primeira publicação de O Potomak, obra que foi lida no original pelos modernistas brasileiros, como Mário de Andrade, que conservava em sua biblioteca suas duas primeiras edições francesas.

No livro há várias máximas consagradas de Cocteau e uma modernidade literária impressionante, com a quebra das fronteiras dos gêneros textuais de das linguagens artísticas. Nele, um álbum de desenhos integra a narrativa, que também revisita a tradição dos romances filosóficos, como um sopro poético sobre o processo criativo.

Organizado pelo tradutor e professor da Universidade Federal de Sergipe, Wellington Júnior Costa, o evento é uma ação do Departamento de Letras Estrangeiras e da PróReitoria de Extensão da UFS, com o apoio da editora autêntica, Livraria Escariz, Casa Curta-SE, Cinema Vitória, Embaixada da França, Institut Français e Aliança Francesa de Aracaju. Entrada livre, sujeita à lotação dos espaços. Quem se inscrever no evento, pela plataforma SIGAA da UFS, terá direito a certificado de participação.

por assessoria do evento

Comentários