Ariano Suassuna abrirá a Feira do Empreendedor

0

“Precisamos valorizar a nossa cultura”, diz Ariano Suassuna
Os empresários e convidados para a abertura da Feira do Empreendedor, que acontece na noite desta quarta-feira, 4, podem esperar uma palestra no mínino diferente. O escritor, romancista, dramaturgo, literário e secretário de cultura de Pernambuco, Ariano Suassuna, falará de arte e ressaltará, como sempre, a preocupação com a descaracterização e vulgarização da cultura brasileira.

Ao ser questionado sobre o conteúdo da Aula Espetáculo que dará esta noite, ele brinca dizendo que tem medo de adiantar e não aparecer ninguém. Mas esclarece que falará aos empresários da mesma forma que sempre apresenta suas aulas. “Os empresários têm um papel importante na manutenção da nossa cultura e eles também são responsável por ela e podem fazer diferença”, completa.

Cultura

Suassuna, voz mansa  e calma, porém forte em suas convicções e bandeiras, sempre enfatiza o quão valioso é o Brasil e o quão musical e dançarino é nosso povo. “Sempre percorri o país inteiro divulgando a nossa cultura e acredito que existem alternativas para salvá-la. Atualmente como secretário estou interiorizando a cultura, percorrendo o Estado [de Pernambuco] e trabalhando a cultura local”, destaca.

Ele explica que a arte está ligada à inclusão econômica e social e que a mudança necessária não se faz em quatro anos de governo. “Para se ter a manutenção da cultura é necessário tentar mudar primeiro a injustiça social e econômica do nosso país, que é secular. A primeira solução deve

Ariano fala em coletiva…
ser política, econômica e social”, enfatiza.

Lula

Ele não pôde deixar de falar do presidente Lula e de sua importância na mudança econômica do país. “O povo brasileiro sentia-se humilhado de dever ao Fundo Monetário Internacional (FMI). Um presidente não podia nem escolher seu próprio ministro. Lula pagou estas dívidas e hoje tem gente nos devendo. Estou me sentindo lavado. Esta mudança valoriza a auto-estima de um povo”, diz ele, que espera  do próximo escolhido a ampliação e avanço nos caminhos trilhados pelo atual presidente.

E lembra que para um homem do povo chegar à presidência foi necessário que se sobrepusesse à toda a injustiça secular por qual sempre passou. “Lula é um balaio de inteligência!”, completa.

Ícone

Ao ser chamado por “ícone da cultura brasileira” por um dos jornalistas presentes à coletiva desta manhã, Suassuna fez questão de deixar claro que não concorda com este título. E aproveitou o gancho para dizer que já foi chamado por jornalistas de “simplista” e “elitista”, mas que na verdade só diz o que pensa. “Quando eu acho bom eu digo, e quando eu acho ruim falo também”, diz.

…e recebendo presente

Ariano Suassuna finaliza dizendo que estas nomenclaturas são pura demagogia, confirmando que qualquer pessoa que se dedique à arte e literatura é obrigado a ser elitista. “Atualmente o país tem mais de 180 milhões de pessoas e uma edição de livro sai com somente dois mil exemplares. Já pensou na proporção? A cultura é dirigida a um público muito pequeno. A TV tem um público maior e mesmo não aparecendo muito neste meio, tenho certeza que a grande maioria só me conhece através dela”, explica.


Por Raquel Almeida

 

Comentários