Arquidiocese inaugura bazar em homenagem a Santa Dulce dos Pobres

0
Inauguração atraiu fieis na manhã desta sexta. (Foto: Portal Infonet)

Batizado com o nome de Santa Dulce dos Pobres, o bazar permanente da Cáritas Arquidiocesana de Aracaju foi inaugurado na manhã desta sexta-feira, 31, com a presença de fiéis e do arcebispo Dom João José Costa. O local possui artefatos doados pela população e sua venda servirá para ajudar a custear as ações dos projetos sociais desenvolvidos pela arquidiocese da capital.

Arcebispo Dom João Costa. (Foto: Portal Infonet)

O arcebispo Dom João conta que a iniciativa de construção do espaço é para que sua dedicação seja total aos atos de caridade, com a participação popular de qualquer pessoa que queira auxiliar com doações. “Queremos que aqui seja um espaço em que se viva a caridade. Aqui será o lugar onde as pessoas poderão fazer suas doações, de roupas, de calçados e de outros objetos, os quais serão vendidos a preço simbólico para ajudar as pessoas mais carentes da nossa cidade”, explicou o arcebispo.

Segundo ele, a expectativa é de que o projeto tenha sucesso rapidamente e fomente ainda mais os projetos sociais. “Nosso desejo é que haja um bom desenvolvimento [do projeto] e possamos captar recursos para comprar alimentos e ajudar com medicamentos os nossos irmãos menos favorecidos”, concluiu.

O espaço carregará o nome da Santa Dulce dos Pobres, primeira santa brasileira e que cuja atuação social chegou às terras sergipanas em meados dos anos 90. Em 2001, ocorreu o primeiro milagre atribuído à santa e este ocorreu justamente em Sergipe, onde Cláudia Cristiane dos Santos sobreviveu após um parto, no Hospital São José, em Itabaiana, e apresentou um quadro gravíssimo de hemorragia.

Irmã Márcia relata encontro com a santa ainda em vida. (Foto: Portal Infonet)

Ao relembrar os feitos de Dulce em Sergipe, uma das fieis, conhecida como Irmã Márcia contou como conheceu a santa no período em que esteve no estado. “Não cheguei a conviver com ela, mas a conheci rapidamente, doente, no leito de um hospital. Tenho uma irmã que sim, conviveu com ela, e via a sua vida de total doação e amor aos pobres. Ela se dedicou e cuidou mais dos pobres que a si mesmo”, relatou.

O Bazar Permanente Santa Dulce dos Pobres funcionará em horário comercial, das 8h às 12h e das 13h às 17h de segundas às sextas-feiras. Aos sábados o local abrirá durante a manhã, das 8h às 12h.

por Daniel Rezende

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais