Arte popular marca encerramento do mês do folclore

0

O mês do folclore em Sergipe foi encerrado de forma especial, com a presença de cordelistas, atores, músicos e contadores de história no Centro de Arte e Cultura de Sergipe, neste fim de semana.

 

Dentre as diversas apresentações, o destaque foram os adolescentes das oficinas de percussão dos Espaços de Cultura e Convivência Social (ECCOS) e a contação de histórias, com Telma Costa e Grupo Hannah. Os ECCOS são unidades da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social (Seides) instaladas em diversas pontos da capital e interior do Estado, nos quais são desenvolvidas várias atividades para a comunidade, em especial para crianças e idosos, como cursos profissionalizantes, atividades físicas e recreativas. As oficinas de percussão têm cerca de dois meses.

 

O encerramento contou ainda com o lançamento do CD ‘Gaita: blues e jazz em improvisos instantâneos’, de George Viana; cantoria, com Wendel, Zezinho Collares e Mosquito; a perfomance ‘Nóis é Jeca mais é Jóia’, com Gilda Costa; ‘Noites Caribenhas’, com Tony Batera; Beto Carvalho e Anabel; ‘Noites Sergipanas’, com o grupo Mafuá; Reisado e Chegança do Projeto Reciarte; Samba de Coco do Projeto Coqueiral; feira de Cordel; contação de causos, com João Brasileiro, Pedro Amaro e Zezé de Boquim; sarau de poesias; Samba de Coco de Seu Dió; Reisado do Mosqueiro (D. Helena); e Kleber Melo.

Comentários