‘Biodiversidade de Sergipe’ em exposição na J. Inácio

0

Exposição fica em cartaz na J. Inácio até dia 23 de novembro
Até o próximo dia 23 estarão expostas na Galeria J. Inácio, localizada na Biblioteca Pública Epifânio Dórea, 25 fotografias de animais encontrados no Estado de Sergipe, dentre os quais estão seis espécies que estão ameaçadas de extinção. A iniciativa é do Instituto Amuirandê e reúne imagens captadas por cinco biólogos e estudantes.

O objetivo da exposição, intitulada ‘Biodiversidade de Sergipe’, é segundo o biólogo Marcelo Cardoso, representante do Amuirandê, “conscientizar as pessoas para a necessidade de conservação da biodiversidade”.

Ainda segundo ele, “é interessante divulgar para criar nas pessoas uma nova percepção sobre esses animais. Quando começamos a enxergar esses elementos como parte do nosso espaço cria um sentimento de responsabilidade maior”.

Periquito-Velande é uma das espécies fáceis de ser encontrads
Ele ressalta que muitos dos animais presentes na exposição são fáceis de ser encontrados, mas passam despercebidos pela maioria das pessoas. A exemplo do Pica Pau de Topete, a Borboleta- Monarca e o Periquito-Velande. Todas as fotos vêm acompanhadas com textos que trazem informações e curiosidades sobre as espécies.

“A idéia é motivar a conservação dos ambientes naturais, e estimular que as pessoas conservem sabendo o que está conservando”. A exposição é itinerante. A partir do dia 25 estará à disposição na Livraria Escariz (Shopping Jardins). As escolas podem programar visitas através do telefone (0xx79) 9191-3955. O horário de visitação na J. Inácio é de segunda a sexta das 8h às 20h e aos sábados

Preguiça de Coleira uma das seis espécies que estão ameaçadas
das 8h às 12h.

Amuirandê

O Instituto para o Desenvolvimento e conservação da Biodiversidade – Amuirandê é uma instituição civil de direito privado, sem fins lucrativos que desenvolve e apóia pesquisas, projetos e ações com o objetivo de conhecer e conservar a Biodiversidade e promover o desenvolvimento através da difusão do conhecimento, informação e educação.  Foi fundado em 18 de agosto de 2006, por um grupo de profissionais e estudantes do Estado de Sergipe, envolvidos com questões relacionadas à educação, saúde e meio ambiente.

Por Carla Sousa

Comentários