Chuva não desanima multidão e público comparece em peso ao Rasgadinho

0
Chuva não desanima e leva multidão mais uma vez ao Rasgadinho (Foto: Portal Infonet)

A chuva até que provocou atrasos, mas não impediu o bloco Rasgadinho de sair nas ruas dos bairros centrais da cidade para fazer a alegria do folião que ansiava pelo tradicional cortejo desta segunda-feira, 4.

Mesmo com as trovejadas no céu e a chuva que praticamente não parou, quem compareceu fechou mesmo com o bloco e não foi embora. A animação era grande e todos aguardavam pacientemente a saída do trio elétrico e da banda de marchinhas.

Teonice: “já estou com saudades do Carnaval”(Foto: Portal Infonet)

A dona de casa Teonice Maria Furiati, de 47 anos, esbanjou entusiasmo com a festa. “É com a chuva que vamos ficar mais eufóricos, porque está tudo na maior paz, com muita alegria e harmonia. Desde sábado que estou aqui e amanhã estarei também no último dia. Já estou com saudades. Ano que vem estarei aqui de novo”, garantiu.

A atração desta tarde é a banda ‘Estação da Luz’. Se o Carnaval combina com céu azul e tempo ensolarado, curtir a folia na chuva também tem suas vantagens. ”Venho ao Rasgadinho desde que começou e vou continuar. A chuva até refresca a gente, estivemos esses dias todos no calor, e hoje vai ser diferente. Essa é a festa do povo, da família, sem violência”, disse o aposentado João de Azevedo Aragão, de 76 anos.

Seu Aragão e Marilene curtem juntos o Rasgadinho (Foto: Portal Infonet)

A também aposentada Marilene Vieira, de 69 anos, companheira do ‘seu Aragão’, elogiou o clima tranquilo do Rasgadinho. “A gente brinca sem medo, é muito bom, não vou deixar de vir. É sempre a mesma alegria, ninguém derruba essa festa tradicional. Quando não venho, fico triste”, comentou.

Bloco da Prevenção

O Bloco da Prevenção distribuiu preservativos masculinos e femininos e lubrificantes ao público no trajeto do Rasgadinho. A ideia é relembrar a importância de, durante as relações sexuais, se prevenir de doenças sexualmente transmissíveis e até gravidez indesejada. O gerente do programa IST/Aids da Secretaria Estadual de Saúde (SES) explicou que a conscientização é objetivo. “Vamos conversando com as pessoas, até porque tem gente que nos procura para tirar dúvidas. A gente está com a banda, que vai dar alguns recados. Isso é importante, esse trabalho do Bloco da Prevenção já acontece há 27 anos. O importante é se prevenir”, resumiu.

Por Victor Siqueira

 

Comentários