Cia de Arte Alese levará espetáculo para escolas

0
Inicialmente, o grupo teatral estará presente nas cidades de Propriá, Santana do São Francisco, Brejo Grande e Ilha das Flores. (Foto: Alese)

Por meio de uma parceria entre a Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) e a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), serão iniciadas na próxima terça-feira, 17, e seguem até sexta-feira, 20, as apresentações com o espetáculo ‘As Aventuras da Leitura’. Uma iniciativa da Escola do Legislativo (Elese) através da Cia de Arte Alese, que tem o objetivo de levar para as unidades de ensino dos 75 municípios sergipanos, uma educação cidadã e legislativa. Inicialmente, o grupo teatral estará presente nas cidades de Propriá, Santana do São Francisco, Brejo Grande e Ilha das Flores.

De acordo com a coordenadora e fundadora do grupo, Mônica Moreira, o espetáculo já tem quatro anos e é uma peça atemporal por se tratar da importância da leitura. “Nessa peça a gente fala sobre diversas coisas e mostra que é possível aprender brincando, além de como a leitura é necessária para o desenvolvimento da pessoa. Todas as vezes que a gente apresenta As Aventuras da Leitura, existe uma colaboração por parte dos professores no sentido de criar um projeto que incentive os alunos a gostar de ler”, explicou.

Além disso, a atriz e produtora da Cia e Arte da Alese ressaltou que levar informações de forma lúdica fica mais fácil de se entender e, até mesmo, digerir informações sobre cidadania, direitos e deveres que é passada de forma didática através de folheto ou livro.

Sobre o retorno das atividades, Mônica Moreira afirmou que seguirá com um protocolo rígido de distanciamento com o público. “Antes existia uma demanda espontânea, mas dessa vez é diferente e a gente optou por não fazer isso por uma questão de segurança de saúde pública. Então, com essa parceria com a Seduc, faremos as apresentações nas unidades em que o órgão estadual sinalizar estar preparada para receber um grupo de teatro como acontecerá nos próximos dias”, relatou.

Mônica Moreira contou também que os moldes dos trabalhos serão de forma diferenciada e que serão novidades para todos, seja integrante do grupo de teatro como para o público em geral. “O distanciamento com o público será uma grande novidade porque foge de tudo aquilo que fazíamos, pois as crianças interagem e nós tínhamos interação com o aluno. Lamentamos isso, porque a energia que precisamos é estar justo com esse público, mas desta vez não será assim”, complementou.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais