Cine Sesc exibe filmes e documentários nacionais

0

O Sesc apresenta mais uma opção de cultura e entretenimento para os comerciários e público em geral: é o Cine Sesc, de segunda a sexta-feira, de meio dia às 14h, na Unidade Centro, situada à rua Dom José Thomaz, 235, com acesso gratuito. A programação em cartaz no mês de junho pode ser conferida no site da instituição.  

Segue abaixo algumas das opções de filmes:

Baile Perfumado – Cinebiografia do libanês Benjamim Abrahão, o único a filmar Lampião e seu bando. O filme mostra desde a morte do Padre Cícero até a morte de Lampião e enfoca o aburguesamento do cangaço e a modernização do Sertão. 

Diário de Naná – Em 2005, o percussionista Naná Vasconcelos foi convidado para fazer uma viagem pelo Recôncavo Baiano em busca da música do sagrado e do sagrado da música. “Diário de Naná” é um documentário sobre a música e a cultura no Recôncavo Baiano segundo o percussionista Naná Vasconcelos. Ele encontra personagens que usam do ruído (freqüência irregular, instável e inconstante daquilo que é barulho) para produzir música (dando-lhe regularidade, estabilidade e constância); ao mesmo tempo, mergulha na música ligada à religiosidade do Recôncavo.   

Milagre em Juazeiro – Ceará, 1889. Padre Cícero Romão Batista, pároco de Juazeiro do Norte, administra a comunhão aos fiéis. Entre eles está Maria de Araújo, mulher simples e religiosa. Quando recebe a hóstia das mãos do Padre e pousa em sua boca, a transforma em sangue. Milagre? O fenômeno se repete e se consolida a crença de que o Padre é um Santo e a beata Maria de Araújo, um instrumento de Deus. As primeiras romarias começam a chegar a Juazeiro. O milagre pouco ortodoxo e de tanto apelo popular não agradou à Igreja Católica Apostólica Romana. Padre Cícero se vê privado dos misteres religiosos. Morre sem conseguir a absolvição, mas seu poder político perdura enquanto vive. A polêmica continua até hoje. Juazeiro do Norte é cenário de uma das maiores romarias do Brasil e Padre Cícero é venerado como um verdadeiro Santo.

 

Comentários