Começa o 35º Encontro Cultural de Laranjeiras

0

Simpósio abriu a programação do XXXV Encontro Cultural de Laranjeiras(Fotos: Portal Infonet)
Teve início na manhã desta quinta-feira, 7, o 35º Encontro Cultural de Laranjeiras. A abertura ficou a cargo do Simpósio “Patrimônio Cultural: pilar do desenvolvimento” e trouxe para a primeira conferência a coordenadora de Cultura da Unesco Jurema Machado. Além do Simpósio, o evento recebe pela primeira vez a programação do Verão Sergipe, promovido pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult), que inicia hoje uma série de atividades e apresentações artísticas.

Na abertura do Simpósio, realizado no auditório do campus da Universidade Federal de Sergipe (UFS), a prefeita da cidade, Ione Sobral, ressaltou os 35 anos ininterruptos da realização do encontro mencionando sua construção coletiva – ao envolver grupos folclóricos e Poder Público – e a importância da divulgação das manifestações culturais.

Ione Sobral ressaltou importância da conscientização sobre o patrimônio(Fotos: Portal Infonet)
“Queremos, com as discussões levantadas aqui, promover a conscientização do nosso povo para o desenvolvimento local. Hoje, com a chegada da universidade e toda a movimentação que ela traz, queremos que a população se sinta mais segura e permaneça aqui. Não queremos que haja êxodo rural”, disse.

Ainda para a prefeita, a realização do encontro é a oportunidade que Laranjeiras possui de mostrar que a tradição cultural permanece forte, consolidando o seu título de ‘museu a céu aberto’. “Vamos ter aqui a apresentação de 22 grupos, mostrando como a cultura se mantém viva na nossa cidade”, acrescentou Ione.

A secretária de Cultura Eloísa Galdino lembrou que o 

Galdino disse que Laranjeiras é a capital sergipana da cultura
Simpósio insere a cultura como um tema transversal e de políticas públicas, tornando-a uma ferramenta de desenvolvimento e inclusão social. “A comunidade precisa dialogar com o potencial que a cidade possui e ter o patrimônio como propriedade. É necessário que se enxergue, além dessa riqueza, que há no uso dele como fonte de emprego e renda”, explicou.

Galdino acrescentou que a realização do encontro é um momento de celebrar a cultura sergipana e promover o turismo cultural. “Só conhecendo e se apropriando a população compreenderá a necessidade de preservação. Esse é um desafio de todos nós. Laranjeiras torna-se a capital sergipana da cultura nesse período”, afirmou.

Jurema Machado, da Unesco, fez uma conferência sobre o tema do evento(Fotos: Portal Infonet)

Mais de mil pessoas estão inscritas para acompanhar as palestras, que se encerram no sábado, 9, pela manhã. O XXXV Encontro Cultural, que vai até o domingo, 10, contará ainda com oficinas, workshops e comunicações, além de apresentações de grupos culturais – da própria cidade e de outros locais -, exposições e shows de artistas da terra.

Por Diógenes de Souza e Raquel Almeida

Comentários