Comerciantes baianos escolhem Aracaju para trabalhar durante São João

0

Pensando em ganhar um dinheiro extra durante os festejos juninos de Sergipe, três comerciantes de balas e cigarros alugaram uma casa no Lourival Batista, em Aracaju e estão vendendo suas mercadorias nas festas do interior. Segundo o comerciante, José Ronaldo dos Santos, que já esteve na capital para comercializar os doces em três pré-cajus seguidos, a procura pelo Estado, durante os festejos juninos, surgiu depois que viu diversos comerciais de que Sergipe teria um mês seguido de festas. “Eu me animei mais ainda quando cheguei aqui e soube que serão 60 dias, pois assim o lucro será maior”, disse.

Vendedor de doces há seis anos, com seu baleiro a tira-colo, em festas na cidade de Salvador, José Ronaldo explicou que ele, seu irmão e um amigo optaram por trabalhar em Sergipe, porque na Bahia as festas ficaram restritas entre os dias 23 a 30 de junho. “Como aqui são vários dias e em diversos interiores a chance de retorno é bem superior”, informou ele, acrescentando que não pagou taxa para trabalhar durante a Festa do Catete, mas que exigiam que eles ficassem circulando.

O amigo e também comerciante, Genivaldo Ferreira, disse que já participaram das aberturas do Forró Siri, na cidade Nossa Senhora do Socorro e que pretendem estar à noite na Vila do Forró. “Mas, também vamos a Itabaiana, Forró Caju e voltar ao Forró Siri”, afirmou.

Eles informaram que esta foi a primeira vez que resolveram trabalhar no Estado durante os festejos juninos, mas revelaram que além de ganhar dinheiro estão se divertindo e adorando a cultura do Estado.

Por Raquel Almeida

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais