Concerto celebra seis anos do maestro Guilherme Mannis

0

Maestro Guilherme Mannis (Foto: Divulgação ORSSE)

Nesta próxima quinta-feira, 09 de agosto, às 20h30, a data é de celebração. Com obras marcantes do repertório, a Orquestra Sinfônica de Sergipe marcará seus seis anos sob a batuta do maestro Guilherme Mannis, período em que teve grande desenvolvimento e consolidação frente ao público sergipano e à comunidade artística brasileira.

Com o suporte do Governo de Sergipe e patrocínio do Banese e Instituto Banese, a orquestra viveu grandes momentos nos últimos anos, dentre os quais destacam-se a realização de seis temporadas completas de concertos, Turnê Brasil, participação em festivais e gravação de um disco.

O concerto ainda contará com dois grandes solistas, trazidos para Aracaju em parceria com a Dell'Arte produções musicias e Bbraun: a violinista carioca Gabriela Queiroz e o renomado pianista Sérgio Monteiro, que executarão o Concerto Duplo para Violino e Piano de Mendelssohn. Os ingressos já estão disponíveis na bilheteria d o Teatro Tobias Barreto, a preços populares.

O maestro Mannis ressalta a importância do trabalho coletivo na edificação do grupo sergipano: “A Orsse é hoje muito respeitada, em todos os lugares que vou. Hoje temos uma orquestra orgulhosa de seu público e sua programação, uma admiração mútuo. O público sergipano aprendeu a amar a música sinfônica com a Orsse, a respeitar seus músicos. Isso nos credencia para futuras conquistas institucionais, e nada mais é do que o fruto do trabalho de cada profissional envolvido.”

No repertório do concerto, além da famosa Abertura Festival Acadêmico de Brahms, será abordada a peça mais emblemática da história da música de concerto ocidental: a “Quinta Sinfonia”, de Ludwig van Beethoven. Seu inconfundível motivo é visto por alguns analistas como o “Destino que bate à porta”: este motivo atravessa todos os movimentos de forma arrebatadora, criando no ouvinte uma sensação única, que só a música clássica pode proporcionar. Completa o concerto o belíssimo Concerto duplo para piano e violino de Mendelssohn, com solos de Gabriela Queiroz e Sérgio Monteiro.

Se o “Destino bate a porta” de nosso público, ele já foi capaz de, em poucos anos, construir em Sergipe um projeto consolidado, com a vinda de novos músicos sergipanos e de outros Estados, com a presença sempre marcante de grandes maestros convidados e solistas presentes nas principais salas do Brasil e em grandes salas do mundo. A Orsse prepara agora novos saltos, com a preparação de novas temporadas e consolidação institucional, essencial para sua manutenção e independência artística.

Sobre o maestro Guilherme Mannis, tem se firmado como um dos grandes nomes da nova geração da música brasileira, como já foi descrito no ano passado pela Revista Concerto, a mais conceituada publicação da música clássica nacional. Além de seu trabalho pioneiro em Sergipe, concebendo rumos ousados para a Orsse, tem seu trabalho reconhecido com convites regulares para reger muitas orquestras pelo Brasil e algumas no exterior. Destacam-se participações recentes e próximas na Petrobras Sinfônica, Amazônas Filarmônica, Sinfônica do Paraná, Sinfônica de Rosário (Argentina), World Youth Orchestra e Sinfônica de Roma (Itália), entre tantas outras.

Solistas

Sérgio Monteiro

Nascido em Niterói, RJ, Sergio Monteiro iniciou seus estudos aos quatro anos de idade e formou-se sob a orientação de Myrian Dauelsberg, na Escola Nacional de Música do Rio de Janeiro, onde concluiu os curso de graduação e mestrado. Durante seu período de formação, conquistou varios primeiros prêmios em importantes concursos brasileiros e sul-americanos de piano. No ano de 2000, foi contemplado pelo Ministério da Cultura com uma bolsa para estudar na prestigiosa Eastman School of Music, instituição na qual iniciou o seu doutorado sob orientação da pedagoga Nelita True, que o convidou a ser o seu assistente. Vencedor do Concurso Internacional Martha Argerich de 2003 e Artista Steinway, Sergio Monteiro já se apresentou em grandes salas de concerto, como a Phillarmonie e a Konzerthaus, em Berlin, o Kennedy Center em Washington e o Theatro Colon, em Buenos Aires, ao lado de orquestras tais como a Kremlin Chamber Orchestra, Orquestra Filarmonic a de Buenos Aires e a Dresdner Phillarmonic.  Desde 2009, é Chefe de Departamento de Piano da Wanda L Bass School of Music, em Oklahoma City.

Gabriela Queiroz

Nascida em Cataguases-MG, iniciou seus estudos de violino aos quatro anos em João Pessoa-PB, onde foi aluna de Ademar Rocha e Yerko Pinto. Aos dezessete anos mudou-se para o Rio de Janeiro onde passou a estudar com Daniel Guedes, concluindo seu Bacharelado no Conservatório Brasileiro de Música em 2007. Estudou entre os anos de 2007 e 2008 com o professor Marcello Guerchfeld em Porto Alegre-RS. Também teve aulas com Detlef Hahn em Londres e Patinka Kopec em NovaIorque. Atualmente recebe orientação do professor Shmuel Ashkenasi, violinista do famoso Quarteto Vermeer.

Obteve primeiro lugar em importantes concursos, entre eles o “Concurso Jovens Instrumentistas” – Piracicaba-SP em 2001, o “Concurso Jovens Solistas da OSBA” em 2003 e 2006 e o “Concurso Furnas Geração Musical” também em 2006. Vem se apresentando como solista das seguintes orquestras: Sinfônica Brasileira, Sinfônicas da Bahia, da Paraíba, do Rio Grande no Norte, de Piracicaba entre outras. Como recitalista e camerista, vem atuando intensamente em todo o Brasil ao lado de renomados músicos como Shmuel Ashkenasi, Ori Kam, Daniel Guedes e agora também como membro do Quarteto da Guanabara. Como professora lecionou nos Festivais de Domingos Martins – ES e São Brás – MG, e acaba de assumir o cargo de Professora Auxiliar da UFRJ. Desde 2003 é violinista da Orquestra Sinfônica Brasileira. Gabriela atualmente toca em um violino “Giuseppe Gagliano” que pertenceu à violinista Mariuccia Iacovino, gentilmente cedido por Myriam Dauelsberg.

Fonte: Produção ORSSE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais