Conselho de Psicologia lançará revista científica em Sergipe

0
Conselho Editorial prepara primeira edição para o mês de julho (Foto: Assessoria de Imprensa/CRP19)

O Conselho Regional de Psicologia (CRP19) lançará em Sergipe a “Revista Direitos Humanos e Interdisciplinaridade’, de cunho científico, cujo projeto foi concebido no ano de 2017. O conselho editorial da revista esteve reunido para discutir o projeto que deverá ser lançado em julho deste ano.

De cunho científico, a revista terá edições online, com acesso gratuito, publicadas semestralmente. Com uma linha editorial definida, “a revista tem como propósito fomentar algumas  discussões sobre o que é pertinente ao papel do CRP e orientar, que é uma das nossas funções precípuas, psicólogas e psicólogos, assim  como profissionais de outras áreas e que tem relação, ou entendem, a Psicologia como algo importante dentro das suas atuações”, explicou Frederico Alves, presidente do CRP19.

De acordo com o vice-presidente do CRP19, Baruc Correia, que também preside a Comissão de Direitos Humanos, “a revista se destina a divulgar a produção acadêmica e científica de pesquisadores e grupos de pesquisa nacionais e internacionais da área de Direitos Humanos, Psicologia, Educação, Serviço Social e áreas afins, contribuindo para o intercâmbio e promovendo a geração de novos conhecimentos”.

“A proposta de uma revista que possa dar visibilidade ao fazer da psicologia sergipana é interessante para ampliar o diálogo das nossas ações nos diversos campos de atuação da nossa ciência”, completou a conselheira Lidiane dos Anjos.

Referencial

Projetada para ser um referencial no campo da pesquisa, a revista trará, na primeira edição, a temática violência na infância, bullying, violência no trabalho e machismo, entre outros, com trabalhos produzidos por pesquisadores convidados, conforme explica a psicóloga Milena Aragão, membro da comissão editorial.

Para a Marcela Teti, coordenadora no Núcleo Sergipe da Associação Brasileira  de Psicologia Social (Abrapso), o projeto da revista surge em um  momento econômico e político bastante delicado do país.  “Urge que entidades pautem os direitos humanos e convoquem a comunidade de psicólogos, acadêmicos ou não, para a defesa dos direitos das minorias sociais, orientados a um compromisso ético com a sociedade e a prática profissional”, falou.

O Conselho Editorial da Revista Direitos Humanos e Interdisciplinaridade terá 17 membros, de acordo com o regimento,  e já conta com participação de Frederico Alves,  presidente do CRP19, Baruc Correia Fontes, vice-presidente e mestre em Psicologia Social, conselheira Lidiane dos Anjos, doutora em Psicologia pela PUC, de São Paulo, da psicóloga Milena Aragão, mestre em Educação pela UCS do Rio Grande do Sul e doutora em Educação pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) e de Marcela Teti, pesquisadora, doutora  em Psicologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e coordenadora no Núcleo Sergipe da Associação Brasileira  de Psicologia Social (Abrapso).

Com informações da Assessoria de Imprensa 

Comentários