Corpo de Mulher – originalmente sergipana

0

Depois de Calcinha Preta arrasar no palco do Forró Siri, é a vez da banda também sergipaníssima Corpo de Mulher, que segundo um dos vocalistas da banda, Anderson Costa, esse nome bastante sugestivo nasceu do dono, Cid Natureza, que teve a intenção em chamar atenção do público e despertar curiosidades. “Escolhemos este nome porque todo homem gosta de um corpo de mulher, e ao mesmo tempo é uma homenagem a todas as mulheres”, diz o vocalista. Com três anos de existência e dois CD’s gravados é a primeira vez que estão tocando no Forró Siri, e garantem que a ansiedade está tomando conta desse “corpo”. Com 16 componentes, a banda que toca romantismo, espera agradar a todos presentes, principalmente agora com o novo CD “Não te quero mais”, com a música de sucesso “ Te amo para sempre”. Além de Anderson, a banda possui mais dois vocalistas: a Andréia e o Igor. Essa galera supersimpática deixa uma mensagem: “Gostaríamos de agradecer a toda imprensa, e a todos presentes por receber a banda muito bem, principalmente por ser nossa primeira vez aqui.”, declara Anderson. Essa é a atração que finaliza esta quarta noite de Forró Siri.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais