Covid-19: Sergipe recebeu mais de 152 milhões para combater a doença

0
Prestação de contas da Saúde sobre o Covid-19
Secretária de Saúde, Mércia Feitosa, prestou contas aos deputados estaduais das ações de combate a pandemia (foto: Reprodução de vídeo da Alese)

A Secretária de Estado da Saúde (SES), Mércia Feitosa, esteve na manhã desta quarta-feira, 21, na Assembleia Legislativa (Alese) prestando contas do primeiro quadrimestre de 2020. Na oportunidade a gestora prestou contas também sobre os recursos e investimentos em combate ao Covid-19. De acordo a SES, Sergipe recebeu mais de R$ 152 milhões de recursos extraordinário para combater a pandemia.

Tabela com os recursos investidos na pandemia
Até dia 20 de outubro, Sergipe recebeu mais de R$ 152 milhões para o combate ao Covid-19 (Foto: Reprodução de vídeo da Alese)

“ Tivemos recursos federais, estaduais , de portarias, proposta de bancada e todos esses recursos extraordinários somaram mais de R$ 152 milhões. Ainda temos o saldo R$ 5,2 milhões em conta. Recebemos também doações de insumos através de patrocínios”, aponta a gestora.

A secretária falou dos números do Covid-19 no Estado, disse que o pico da doença foi no mês de julho e que desde então os casos estão caindo em Sergipe, porém, lembrou que com a abertura das atividades especiais, que aconteceu no dia 11 de setembro, os casos da doença começaram a subir.

“Tivemos a fase laranja, amarela e verde, e não tivemos alta nos casos. Notamos alta no número de casos uma semana após a autorização do funcionamento das atividades especiais. Ainda não é um grande número, não impacta nas internações e nos óbitos, mas, lembramos a população que continuamos em pandemia e que os cuidados precisam continuar sendo adotados”, enfatiza a gestora.

Leitos

As deputadas Janier Motta e Gorete Reis questionaram a secretária quais as medidas que estão sendo adotadas pela SES para manter leitos ativos para o Covid-19 nos hospitais do Estado. A secretária explicou que os contratos com o Hospital Renascença e com o Hospital do Coração para a contratação de leitos de UTI foi encerrado, mas informou que os demais leitos do Covid-19 continuam ativos.

“ Não vamos mais reduzir leitos porque temos a possibilidade de um aumento de casos. Nós reduzimos 26 na rede particular e 27 no Huse, mas não vamos mais reverter, pelo contrário,  vamos potencializar o cenário de leitos e vamos equipar o Hospital de Estância com leitos com diálise.  Todos os hospitais de agora em diante terão que ter leitos de observação para o Covid-19 porque a doença  não vai acabar, vai continuar e fazer parte dos atendimentos hospitalares assim como outras doenças”, ressalta.

Dados da Covid-19 em Sergipe
Casos da doença aumentaram depois da liberação das atividades especiais (Foto: Reprodução de vídeo da Alese)

Vacinas

A deputada Kitty Lima pediu à secretária que explicasse como está a situação de Sergipe em relação à compra de vacinas contra o Covid-19, já que outros estados já estão sinalizando o interesse pela compra.

Mércia informou que ontem, dia 20, o Ministro da Saúde fez uma reunião com os secretários de saúde e com os governadores, e informou que quem fará a compra e distribuição da vacina é o Governo Federal e não os estados por conta própria.

“Muitos estados estão ansiosos e querendo logo adquirir as vacinas, mas essa é uma competência do Governo Federal. O que nos foi passado pelo Ministro da Saúde é que já há institutos que se candidataram a ofertar a vacina e que todos os estados receberão. A vacina escolhida será a que já tenha passado pela fase 3, tiver toda tramitação pela Anvisa e que tenha comprovada a eficácia. De acordo com o Ministério há a possibilidade da chegada das vacinas em fevereiro, mas, prazos podem ser modificados”, finaliza a secretária.

Por Karla Pinheiro

Comentários