Defensoria Pública trabalha muito durante Pré-Caju

0

Apesar da tranquilidade da maior prévia carnavalesca do país, muitos foram os casos jurídicos para a equipe da Defensoria Pública aqui no Pré-Caju. “Para se ter uma idéia, só no primeiro dia foram mais de 80 casos”, explica a defensora pública Elizabete Luduvice.

Para atender essa grande demanda de casos que procuram por uma solução justa, são necessários quatro defensores por noite, além de mais dois funcionários que dão apoio à equipe.

No geral, não tiveram casos muito graves, mas houve um que chamou atenção da defensoria pela falta de respeito de um fiscal da Empresa de Serviços Urbanos – Emsurb -, que agrediu um ambulante por não ter licença. O ambulante foi espancado pelo fiscal e teve seu material de trabalho recolhido pelo agressor.

A equipe da Defensoria Pública ao saber do caso extremo de abuso de poder, afirmou que vai acompanhá-lo até o fim. “Queremos que a justiça seja feita neste caso”, diz Elizabete.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais