Dia da Consciência Negra será lembrado durante toda semana

0

Hoje, 20, é comemorado o Dia da Consciência Negra, para lembrar a data diversas instituições programaram uma extensa agenda, que prossegue durante toda a semana. A partir da 9h, a organização não-governamental Criliber-Criança e Liberdade (Criliber) abrirá as suas comemorações com a palestra “Meus Sentimentos”, que reúne relatos e experiências de crianças e adolescentes discriminados na escola. Em seguida, haverá a exibição do o vídeo “Retrato em Preto e Branco”. A partir das 14h, a Criliber realiza uma caminhada contra o racismo em Sergipe intitulada “Zumbi a História!”

Amanhã, 21, a partir das 8h30, no Mine-Teatro do Centro de Criatividade, localizado na Praça Saturnino de Brito s/n, bairro Getúlio Vargas, será apresentado um simpósio, com o tema “Movimento Negro em Sergipe – Origem, Evolução e suas Conquistas”. No evento serão homenageados ativistas do movimento negro em Sergipe e profissionais que apóiam ações afirmativas para os afro-descendentes no Estado.

 

 

Quarta-feira, 22, serão promovidas oficinas de dança afro, capoeira e percussão no horário das 09h às 11h e das 15h30 às 17h30. Sexta-feira, 24, às 20h, a programação terá um culto religioso para celebrar o aniversário da Instituição e uma mostra de Arte e Cultura Negra da Criliber. Durante o evento, que será realizado no Espaço Cultural Mãe Madalena – Zumbi a Senzala, situado na sede da Criliber, também será oferecido um coquetel.

 

 

E no sábado, 25, as comemorações acontecem na Comunidade Maloca, situada na rua Riachão, no bairro Getúlio Vargas. A programação continuará com a noite da beleza negra sergipana, com um desfile com crianças e adultos intitulado “Criliber Beleza Negra 2006”. O desfile mirim será às 18h30.

 

A festa terá um show cultural com artistas sergipanos e convidados, mostra de dança afro da Criliber, banda Afro-Bumbada Criliber e apresentação de capoeira. No domingo, 26, a programação será encerrada com um passeio turístico no povoado Calumbi, no município de Nossa Senhora do Socorro. Os eventos marcam também os 18 anos da entidade. 


Mais

Hoje, 20, o Centro de Cultura e Arte da Universidade Federal de Sergipe (Cultart-UFS) e a Biblioteca Clodomir Silva tembém serão palco para comemorações alusivas ao dia da Consciência Negra.

No Cultart, a programação terá início às 19h, com o grupo de capoeira Casa Grande, do professor Zé Pequeno. Depois, o público ocupa o Teatro Juca Barreto, onde assistirá a um curta de 15 minutos, sobre a influência da cultura africana no Brasil, seguido de um debate com o professor Djenal Nobre, da Associação de Promoção de Políticas de Igualdade Racial (ASPIR).

Logo após, haverá coquetel, apresentação dos alunos de Dança Afro, com a professora Cleanes Maria, e dos alunos de percussão, do professor Marcos Mancada.
Paralelamente, na Biblioteca Clodomir Silva, às 19h30, acontece a baertura da 2ª Mostra Novembro Negro, que prossegue até dia 10 de dezembro. A abertura da exposição terá apresentações de André Torres, Carlos Conrado, Gigi, João Santos, Marcos Antônio e Reall.

Comentários