Divulgada a lista com os classificados do Festival Arpub

0

A expectativa do público para o resultado
Na manhã desta sexta-feira, 9, uma coletiva no auditório Radialista Santos Mendonça, na Fundação Aperipê, reuniu artistas sergipanos e a comissão organizadora do 1º Festival de Música em parceria com a Associação das Rádios Públicas do Brasil (ARPUB).

Para a Presidente da Fundação Aperipê, Indira Amaral, o festival mostrou o grande potencial da musica sergipana. “Esse festival possibilita a divulgação da música sergipana de modo que as produções possam circular em todas as rádios públicas do Brasil. Independente desses 10 últimos classificados, todos os artistas saíram ganhando porque as músicas foram executadas na programação das rádios. Isso é importante porque o público só consome aquilo que ele conhece. Essa divulgação fortalece a economia da música com a venda de CD´S e shows”, destacou Indira.

O diretor ra Rádio Aperipê FM, Leonardo Levi
A presidente ressaltou ainda a parceria entre o festival e o Portal Infonet. “A parceria com a Infonet foi fundamental para que o festival alcançasse esse grande resultado, tanto no número de inscrições como nos votos do público. O veículo tem uma grande credibilidade e respeito e isso possibilitou que a parceria fosse um sucesso”, relata Indira Amaral.

A gerente de negócios do Portal Infonet, Ila Mezenes, afirmou que a parceria com o festival consolida as ações culturais que a empresa já desenvolve. “Essa parceria é muito positiva para todos, porque une os artistas sergipanos e o público que utiliza o nosso canal para votar e debater sobre a cultura sergipana”, diz.

A gerente de negócios do Portal Infonet Ila Menezes
O diretor da Aperipê FM, Leonardo Levi, disse que ficou surpreso com o volume de inscrições. “Esse festival serviu para crescer a produção da emissora, porque os artistas passaram a ter suas músicas executadas aqui. O que impressiona é o grande volume de inscrições e de artistas que a partir desse festival colocaram suas produções nas ruas. Também podemos destacar a qualidade da categoria dos grupos instrumentais”, disse.

O coordenador geral da Rua da Cultura, Lindemberg Monteiro, também falou sobre a importância do projeto. “A Rua da Cultura trabalha há sete anos com todos os projetos relacionados a artistas sergipanos. Essa parceria entre a Aperipê e o festival é muito importante porque fortalece a produção cultural”, salienta.

Sessenta artistas sergipanos inscreveram 120 músicas – onze na categoria instrumental. O nome das dez finalistas foi aguardado com expectativa pelos artistas que aplaudiram todos os classificados. Finalista da categoria instrumental, o músico Pedrinho Mendonça disse que o festival resgatou a música sergipana. “O festival tirou do baú a música de vários artistas que não tinham a oportunidade de mostrar as suas composições. Para a música instrumental foi bastante positivo porque aproximou o grande público da nossa arte”, destaca.

Os compositores Gilson Nascimento e Edson João
“A proposta do festival é muito boa porque congrega todos os artistas com o público que passa a ouvir as músicas e conhecer diferentes culturas”, disse o finalista do grupo Bago de Jaca, Flory Rocha.

Finalista da categoria Letra e Música, o médico e compositor Gilson Nascimento destaca a importância dos festivais. “Desde os 14 anos que participo de manifestações culturais, acompanhei o tempo em que os festivais e músicas eram censurados pela ditadura. O festival é uma maneira de adubar o terreno fértil da música sergipana”, disse.

“Moro em Aracaju há 25 anos e desde então participo de vários festivais, e o que me surpreendeu foi a qualidade dos artistas e composições apresentadas, mas é muito bom poder executar o trabalho nas emissoras de rádio”, ressaltou Edson João.

As dez músicas finalistas concorrerão com apresentação ao vivo em evento realizado pela Aperipê, nos dias 19 e 26 de outubro na Rua da Cultura. Desse evento, serão escolhidos os dois finalistas do I Festival Nacional de Música da Associação de Rádios Publicas do Brasil.

Confira a lista completa dos 10 finalistas
Categoria Instrumental
Café Pequeno – última Batalha
Em 3 – Pé de Moleque
Ferraro Trio- Ferraro

Categoria Letra e Música
Bago de Jaca – A Chuva
Banda Uma Ruma- Festim
Celda Mota- Como um Cordão
Edson João- Vem
Gilson Nascimento – A Cabeça
Patrícia Polayne –  Arrastada
Silvio Caldas-  Palma pro Sertão

Por Kátia Susanna

Comentários