Dj Lyah é uma das atrações do E-Motrixx Psycircus

0

Dj Lyah, alagoana de 22 anos que é sucesso nas pistas
Neste sábado, 23, acontece o E-Motrixx Psycircus 2008 e durante toda essa semana o Portal Infonet, em parceria com a produção deste que é um dos maiores eventos de música eletrônica do Estado, estará publicando entrevistas com os Djs convidado. A primeira da seqüencia é a Dj Lyah.

 

Descendente de tradicionais músicos de Alagoas, a talentosa Lívia Lucas Barbosa Galvão vulgo Dj Lyah, teve seus primeiros contatos com a música em geral logo cedo, não só pela genética, mas por desde sempre freqüentar, e gostar, do universo da música eletrônica. Com seus 22 anos, além de discotecar, toca violão, guitarra e é desenhista.

 

Dona de uma incrível presença de palco e carisma, ela envolve não só por seu som e pesquisa, mas também por sua beleza exótica. Com uma sensibilidade musical nata, em um ano de carreira tornou-se uma próspera artista, tocando nesse período em boates e privates dentro e fora de seu Estado. Luxury, Luxury Pool Party, Quartel do Rock, Beats Underground, Casarão Open Bar, Boate Life, Havana Dance, Havana Girls, Sub.Club TOY, Sub.Club 3 à Fantasia, Secret Vibe (Recife-PE), Club NOX (Recife-PE), Campotronic (Campo Alegre-AL), Electropan (Arapiraca-AL), entre outros. Sempre com um som dançante e contagiante segue asfaltando caminho. Nas suas influências estão Coburn, Meleefresh & Deadmau5, David Amo & Julio Navas e Steve Angello.

 

Grande aposta na cena eletrônica alagoana, Dj Lyah começa a transitar nos melhores circuitos e vem encantando pela postura e habilidade no comando das pick-ups. Ela é uma das atrações deste sábado, 23, do E-MOTRIXX PSYCIRCUS 2008 e se apresentará pela primeira vez em Aracaju. Confira entrevista!  

 

Portal Infonet – Como começou a sua carreira?

 

Dj Lyah – Sempre estive presente na cena eletrônica da minha cidade, desde meus 14 anos, isso foi me deixando cada vez mais curiosa de como é ser Dj. Aos poucos foi se tornando uma paixão, até que resolvi fazer um curso básico de discotecagem e após isso, sozinha, fui aprimorando minhas técnicas.

 

Ela será uma das atrações do E-Motrixx
Infonet – Quais artistas te inspiram para você realizar esse trabalho?

 

DL – Benny Benassi, Vandalism, Coburn entre outros, são produtores que procuro sempre seguir as linhas.

 

Infonet – Existem poucas DJ´s no Brasil e no mundo, mas aos poucos isso está mudando. Ao que você atribui essa mudança?

 

DL – Acho que é atribuída à igualdade dos sexos, hoje em dia não existe mais: ‘Isso é trabalho de homem, ou isso é coisa de mulher’. A mudança do pensamento machista, entre outras coisas, foi trazendo cada vez mais as mulheres para diversos ramos, este é mais um deles.

 

Infonet – Com relação ao cenário brasileiro da música eletrônica. Existem condições para que o artista sobreviva nele? Qual a sua visão?!

 

DL – Na minha opinião, existem casos remotos de sucesso. Se você quer ser Dj para ganhar dinheiro, realmente vai cair na ilusão. Eu toco por amor, porque se eu tocasse por dinheiro tava ferrada (rsrs). Alguns produtores de eventos não valorizam esta profissão, não pagam, etc, eles não sabem de todo  processo desde a escolha das músicas, de todo dinheiro investido nisso, de horas de treino, entre outras coisas. Isso á o que faz a cena eletrônica do Brasil (às vezes) ser deprimente em relação à nossa profissão.

 

Infonet – Quais os seus planos para esse segundo semestre e para o ano que vem?

 

DL – Ampliar meus horizontes, uma de minhas metas para o segundo semestre era tocar pelo nordeste, e graças a Deus, estou conseguindo alcançar meu objetivo. Para 2009, quero tocar em outras regiões, mostrar meu trabalho em clubes e festas do centro-oeste, norte, sul, etc, para saberem que existem ótimos profissionais de nossa região.

 

Infonet – Qual a sua expectativa em estar fazendo parte do line-up do E-Motrixx Psycircus 2008 ?

 

DL – Noooossa !! As melhores possíveis, sem dúvida alguma!!! O E-motrixx é uma festa muito conhecida em todo o Nordeste, sempre ouvi falar e muito bem por sinal. Poder fazer parte dela é um prazer imensurável e com certeza mostrarei o melhor de mim para fazer a galera dançar muito ao som de muito electro house com o dia amanhecendo! Vai ser lindo !!

 

Colaboração Eduardo Montezuma

Comentários