Elo de amor maior – Gustavo Aragão

0

Há entre nós um elo de amor maior,

que transcende as pedras cotidianas,

que nos embala em rede de luz e paz.

 

Somos, agora, sob a luz divina

rosas pintadas de sonho

banhadas em perfumes incautos

que sucitam anjos e querubins.

 

Traze-me a manhã morna e luminosa

que te levarei o canto inefável dos rouxinóis.

Afaga-me com suas mãos de mar

que te acarinharei com a leveza das flores

Beija-me com a suavidade das manhãs primaveris

que te retribuirei com toques luarizados

Dê-me uma manhã de sonatas

e eu o cobrirei de borboletas em revoada

 

Somos amor complacente

Somos chama fremente que arde serena, neste instante

que nos basta e nos renova e nos acende.

Por Gustavo Aragão.

●Todos os direitos autorais estão reservados ao autor perante a lei nº 9610/98, lei de direitos autorais. Portanto, fica terminantemente próibida a reprodução parcial ou total da obra sem autorização prévia do autor.

 

Comentários