Escola de Artes Valdice Teles abre inscrições para curso de capoeira

0

Inscrições vão até o dia 31 de março, na Escola de Artes Valdice Teles (Foto: Alejandro Zambrana)
A Escola Oficina de Artes Valdice Teles abriu inscrições para uma nova turma de capoeira, com 25 vagas. As aulas, que têm início na primeira semana de abril, serão ministradas às segundas e quartas, das 15 às 17 horas, pelo mestre Zé Pequeno. Para efetuar a matrícula, os interessados devem comparecer à unidade (avenida Pedro Calazans, 737, bairro Getúlio Vargas) munidos de RG, foto 3×4 e comprovante de residência. O telefone é o 3179-2408.

As inscrições vão até 31 de março, mas o diretor da Valdice Teles, Eugênio Enéas, orienta que os interessados se matriculem o quanto antes, pois as vagas costumam se esgotar em poucos dias. Segundo ele, a Escola de Artes já tem duas turmas pela manhã, e as oficinas permitem que os alunos aprendam a capoeira na prática e através de estudos teóricos, conhecendo sua história e importância cultural.

“Além disso, há espaço para palestras, debates e trocas de informação que favoreçam o aprendizado. Embora as turmas matutinas desenvolvam as mesmas atividades, a nova turma pretende formar um grupo de capoeira que possa representar a escola em diferentes ocasiões, como encontros fora do município, campeonatos e congressos”, afirma Eugênio.  

Para o diretor, a capoeira tem uma importância bem maior do que uma arte marcial comum. “Desde quando começou, em séculos passados, a capoeira tem passado para seus praticantes muito mais do que habilidades de defesa pessoal. Ela ensina uma forma de dialogar com as pessoas, e é isso que pretendemos passar adiante, sem quebrar essa valiosa corrente”, diz.

Capoeira

A capoeira é uma das expressões culturais mais vivas no nosso país. Contando com elementos da cultura africana, a arte marcial envolve dança e música, e se desenvolveu no Brasil graças aos escravos, que viram nessa dança uma forma de preservar sua identidade e sobreviver no ambiente hostil no qual eram obrigados a viver.

Fonte: Funcaju

Comentários